23/04/2019 às 10h24min - Atualizada em 23/04/2019 às 10h24min

Famílias consignadas

Euzimar Nunes - Euzimar Nunes

foto: divulgação

Artigo de opinião – Euzimar Nunes
 
A onda do momento são os empréstimos consignados. Um dos grandes inimigos da família hoje é a vida financeira desorganizada. Segundo o dicionário web, consignar ou consignação em folha é: “o desconto de determinada quantia, feita em folha de pagamento de funcionários públicos, autárquicos, assalariados etc.
 
Você conhece alguém que no dia de receber o salário, recebe apenas o contracheque, porque o salário ficou todo ou quase todo para pagamento dos famosos empréstimos consignados? E os aposentados que são explorados para fazerem estes empréstimos para acudir os filhos que muitas vezes já estão endividados e com o nome sujo, não podem fazer nenhum empréstimo e por isso deixa os idosos sem seus salários porque se valem de inescrupulosos parentes, e os não menos inescrupulosos e exploradores como: a mídia com suas propagandas “vantajosas”? Ainda, e os que vivem da miséria dos outros que são as empresas que incansavelmente buscam como bons oportunistas, pessoas desesperadas ou desavisadas para se afogarem em dívidas?
 
 
Vejo como um crime legalizado este tipo de negócio. Geralmente usam gente famosa para fazer propaganda destes empréstimos, o que termina valorizando este tipo de negócio muitas vezes, deixando famílias inteiras sem suas rendas e endividadas. Estou usando este espaço para alertar alguns de que é possível viver bem, sem precisar recorrer a este tipo de negócio. Mas para isto é preciso organizar a vida financeira pra não se tornar uma família consignada, isto é, escrava de bancos e financeiras.
 
Deixo algumas sugestões para quem quer liberdade nesta área da vida:
 
1. Decida não gastar tudo que ganha;
2. Reúna a família e faça um orçamento obedecendo aos seguintes critérios:
a) Anote tudo
b) Somar a renda do marido e da esposa
c) Planejem juntos como gastar cada centavo
3. Se tiver devendo encare as contas como um investimento – pague as contas começando pelas menores;
4. Corte despesas com supérfluo;
5. Faça economia, por menor que seja – uma hora você pode precisar;
6. Diga não pra você mesmo e para os outros quando não puder, quando não for prioridade, isto é, quando não tiver no orçamento;
7. Finalmente, não esqueça nenhuma destas dicas e seja livre e feliz.
Termino esta minha palavra com um texto bíblico que diz: “O rico domina sobre o pobre; quem toma emprestado é escravo de quem empresta.” (Provérbios 22:7)
Até a próxima!
 
Euzimar Nunes - formado em Teologia e Psicanálise, pastor da Primeira Igreja Batista em Araguaína, palestrante nas áreas de ética, família, motivação e relacionamento. euzimarnunes@hotmail.com – (63) 3414-7452
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento