17/05/2019 às 08h46min - Atualizada em 17/05/2019 às 08h46min

O trio de Ronaldo Dimas pode virar quarteto; quatro homens e uma porta

Alberto Rocha - Alberto Rocha

charge de Zé Wilson

Alberto Rocha- artigo de opinião

Política se faz com grupo. É nessa perspectiva que mais um possível nome como pré- candidato pode surgir para a disputada  prefeitura de Araguaína. 
 
O nome dele não é Jéssica, mas Aldair de Sousa, o Gipão, vereador de cinco mandatos e atual presidente da Câmara, além de ser um dos mais fieis aliados das duas gestões do prefeito Ronaldo Dimas.
 
Gipão, que é formado administração e cursando Direito, parece que tem mestrado em política, nunca perdeu uma campanha de vereador. No currículo, 5 mandatos;  por duas vezes, presidente da Câmara.
 
Apesar de nunca assumir abertamente que é pré-candidato à Prefeitura de Araguaína, seu nome surge naturalmente para disputar o Palácio Tancredo Neves.
 
O possível crescimento de Gipão na preferência do eleitorado pode jogar água fria no fogo dos três mosqueteiros que já se declararam pré-candidatos à cadeira de Ronaldo Dimas, que são: Wagner Rodrigues (chefe de gabinete, o preferido de Dimas) Elenil da Penha (deputado estadual) e Marcus Marcelo (vereador). Os três travam uma disputa silenciosa nos bastidores. Enquanto isso, Gipão segue igual a monge no convento: só orando pela desistência dos três.
 
Por enquanto, é só o início da batalha. Mas, pelo sim, pelo não, em tempo de profecia é bom abrir os ouvidos. Caso ela se cumpra, o trio do Ronaldo Dimas pode virar um quarteto. Com um detalhe: para os quatro homens, só tem uma entrada.  
 
Resta saber quem será pisoteado pelo caminho e quem vai conseguir entrar feliz pela porta da esperança.
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento