14/08/2019 às 08h29min - Atualizada em 14/08/2019 às 08h29min

Deputado federal deixa principais cidades do Estado sem recursos para a saúde; gesto seria retaliação?

Alberto Rocha - Alberto Rocha
foto-internet


Alberto Rocha – artigo de opinião
 
É difícil entender o que pensam os políticos. Em época de campanhas eleitorais, prometem tudo e a todos. Mas quando se elegem, a grande maioria se esquece dos compromissos feitos.
 
Talvez esse não seja o caso, mas lembra muito bem casos de promessas feitas em campanhas  e esquecidas ao longo do mandato. Refiro-me à atitude do deputado federal Vicentinho Junior, de Porto Nacional.
 
Recentemente, o deputado conseguiu a liberação de mais de 8 milhões de reais para a saúde no Estado. O deputado comemorou o resultado. Muitos municípios também fizeram a festa. Mas dois dos principais municípios do Tocantins, Araguaína e Gurupi, ficaram de fora do gesto bondoso do deputado.
 
Aí aparecem as dúvidas. Por que as duas importantes cidades ficaram de fora dos recursos da saúde?  faltaram recursos  ou foi excesso de birra? Birra com o povo?
 
O certo é que estas duas cidades foram esquecidas, jogadas às traças, e são as que mais recebem pacientes de outras cidades. O que chama a atenção é o fato destas duas cidades, Araguaína e Gurupi, coincidentemente suas lideranças políticas não apoiam o grupo político do deputado Vicentinho Junior.
 
 Mas se esse foi o critério usado pelo deputado para contemplar os “amigos’ e aliados e deixar os “inimigos” de fora, é bom ele refletir e pensar no povo que o elegeu.
 
A população não tem “inimigos”, tem é problemas em quase todas as unidades de saúde espalhadas pelo Estado.   Além disso, essa era o momento adequado para o deputado mostrar grandeza e fazer as pazes e não para arruinar a já complicada relação política com as lideranças locais.



 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento