16/04/2019 às 17h12min - Atualizada em 16/04/2019 às 17h12min

Câmara de Araguaína rejeita Requerimento por erros de português e expõe partido político

Alberto Rocha - Alberto Rocha


Alberto Rocha

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Araguaína desta terça-feira, 16, aconteceu um fato inusitado  e que provocou gargalhadas dos parlamentares e do público que assistia à sessão.
 
Um Requerimento enviado pelo Partido dos Trabalhadores, PT, Diretório Municipal de Araguaína, solicitando o auditório da Câmara para um encontro partidário foi rechaçado pelos vereadores na tarde desta terça-feira,16. E os motivos não foram divergências ideológicas, mas gramaticais.
 
O Requerimento, assinado pelo secretário de organização PT, solicitava a liberação do auditório da Câmara para a realização de “um curso de formação política da esquerda”,  que acontecerá  no dia 27 deste mês.
 
Mas o que chamou a atenção dos vereadores não foi o tema do encontro, mas a redação do Requerimento que, além de confusa e truncada, apresentava vários erros de português e de digitação, fato que provocou risos no auditório.
 
O fato causou estranheza, pois grande parte dos filiados ou simpatizantes do Partido dos Trabalhadores vem das fileiras de intelectuais, pessoas de diversos segmentos e com nível de escolaridade superior.
 
Mas na sessão, os parlamentares até se esforçavam para entender o teor do documento, mas não conseguiam devido aos constantes erros.  O vereador Divino Bethania Junior, formado em Direito, disse que não era de se estranhar o documento, pois, segundo ele, o estilo da redação apresentado  “fazia parte da linha editorial do partido”,disse, em tom de ironia.
 
Já o presidente da Câmara, Aldair da Costa Sousa, o Gipão, formado em administração e sexto período de Direito, afirmou que o Requerimento era justo, mas que se esbarrava numa questão  técnica. “O plenário da Câmara é um espaço público e está aberto a todos. Mas qualquer solicitação deve ser feita de forma mais técnica, clara e objetiva para que todos entendam”, disse.
 
Após risos, o Requerimento foi retirado da discussão. Ficou decidido também que qualquer ofício de partido político solicitando o auditório da Câmara só será aceito se for encaminhado pelo presidente da sigla.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento