30/07/2019 às 10h43min - Atualizada em 30/07/2019 às 10h43min

O guru e da Via Lago e os discípulos da Prefeitura

Alberto Rocha - Alberto Rocha

 

Artigo de opinião – Alberto Rocha
 
 Ronaldo Dimas, prefeito de Araguaína,  guru e mestre da Via Lago, tem 4 discípulos, que são: Marcus Marcelo, Elenil da Penha, Gipão e Vagner Rodrigues, o preferido do prefeito.
 
Os quatro pupilos travam entre si uma guerra silenciosa e sem quartel.  Cada um deles carrega a tensão de chegar à cadeira do guru de chapéu.
 
Como não inventaram ainda remédio contra o ódio nem contra o ciúme,  essa tensão só vai aumentar, e vai ferver igual a radiador de carro velho furado. O pensamento central de cada um deles é ser o escolhido do guru.
 
Os discípulos fingem que estão à vontade no reino da especulação, mas não estão. Mesmo com aparente calma entre eles, o mesmo não acontece nas repartições públicas. Lá, os indicados se exaltam mais que os donos.
 
Diante das feridas, o mestre e guru de chapéu vai lá e passa o bálsamo, curando  a dor, embora as feridas continuem sangrando pelos corredores da prefeitura e das secretarias.
 
Todos sabem que quem decide no palco  é o guru de chapéu. E quando os discípulos  entram no palco e exageram nas cenas, o mestre apenas diz:  -  corta, corta...
 
E quando há “biquinho”, o mestre da Via Lago alerta:  - eu tenho o cajado e vocês, o silêncio.
 
E, juntos, os pupilos apenas respondem:  -  de ti dependemos, em ti vivemos, em ti nos movemos e em ti existimos.  Simples assim. Uns mandam, outros obedecem.
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento