25/07/2019 às 10h52min - Atualizada em 25/07/2019 às 10h52min

Caso dos vereadores de Augustinópolis lembra “balaio de gato”


Alberto Rocha

O caso de suposto envolvimento de 10 dos 11 vereadores de Augustinópolis em caso de corrupção  deixou  toda a região do Bico do Papagaio, norte do Estado, estarrecida.
 
Na época, a justiça mandou prender os parlamentares e os afastou dos cargos, mas deixou o prefeito  Júlio Oliveira, que seria vítima do grupo, livre  para continuar à frente da Prefeitura.
 
A trupe de vereadores foi acusada na época de cobrar 40 mil reais do prefeito para aprovação de projetos de interesse do executivo. O caso ficou conhecido como o “mensalinho do Bico”.
 
Após as denúncias,  a justiça afastou os 10 vereadores acusados,  e os suplentes assumiram. Numa ação relâmpago, os suplentes cassaram o mandato do prefeito, que voltou ao cargo  com decisão judicial.
 
Mas agora,  o grupo dos dez vereadores volta à cena. O caso lembra um "balaio de gatos".  A justiça derrubou a cassação do mandato dos parlamentares, mas eles vão continuar afastados, mas vão permanecer bem longe da Câmara. Ainda, vão responder ao processo em liberdade até passar a quarentena de 120 dias. Só depois disso é que as coisas podem tomar outro rumo na vida dos 10 vereadores acusados de corrupção. (fonte: Araguaínanoticias).
 
 


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento