20/07/2019 às 10h06min - Atualizada em 20/07/2019 às 10h06min

Presidente da Câmara participa de evento no Hospital Municipal



O presidente da Câmara Aldair da Costa, o Gipão, participou do evento em comemoração a um ano  de implantação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica, instalada no Hospital Municipal de Araguaína. Gipão estava acompanhado de representantes da Prefeitura.
 
Durante o evento, foram apresentados dados, balanço e avanços da unidade. O responsável técnico pela UTI, o médico Márcio Brito, explicou que atualmente os serviços são comparados aos grandes centros e apontou a humanização e a qualificação da equipe multidisciplinar como diferencial da UTI de Araguaína.
 
“Hoje temos aparelhos que são únicos no Estado, como a Central de Telemetria e o aparelho de gasometria portátil. A gente sabe que o tempo para o paciente crítico é vida e sabemos que trazemos mais chance de sobrevivência para essas crianças, tudo proporcionado por um ambiente de qualificação e humanização”, explicou o médico.
 
A unidade conta ainda com diferenciais como a presença dos pais 24 horas, brinquedos, televisão, ambientação com imagens de personagens, acolhimento e sala de conforto para os pais, Projeto visita Irmãozinho e terapia assistida por animais.
 
Papel do FIA

Representando o prefeito Ronaldo Dimas, a secretária da Assistência Social, Fernanda Ribeiro, lembrou que o Fundo Municipal para Infância e Adolescência (FIA) teve um papel fundamental para a unidade. “O FIA participou do custeio dos primeiros meses de funcionamento, possibilitando que a unidade funcionasse até que os recursos públicos fossem buscados pelo prefeito e parlamentares para custeio dos serviços”.
 
A promotora de Justiça Araína Cesárea Ferreira dos Santos citou como fenomenal a participação da população nas doações para o fundo. “Os valores arrecadados foram impressionantes. A população araguainense é surpreendente. É necessário integrar e essa é a nova forma para conquista evitando o enfrentamento. Saímos de 30 óbitos para mais de 100 vidas salvas”.

UTI em números

Em um ano, a UTI Pediátrica de Araguaína atendeu 139 pacientes, desses 111 receberam alta na unidade. O tempo médio de permanência das crianças no local é de 18,36 dias e o tempo de ocupação operacional é de 77,84%.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento