06/05/2019 às 15h37min - Atualizada em 06/05/2019 às 15h37min

Adeus, querida Dodge: quem será o novo procurador-geral da República?

foto internet

O nome de quem substituirá Raquel Dodge no comando da Procuradoria Geral da República ( PGR) começa a ser escolhido nesta segunda-feira, quando se iniciam as inscrições para as eleições internas da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR).
 
A votação, de certa forma, é apenas simbólica. Os três mais votados pelos procuradores vão compor a chamada “lista tríplice”, mas quem escolhe mesmo o futuro chefe da PGR é o presidente da República. Na prática, o presidente pode escolher mesmo quem não estiver na lista, ainda que tenha se tornado tradição que ele indique o nome mais votado.
 
Pelo menos dez nomes devem tentar obter o cargo de procurador-geral neste ano, revela o jornal O Globo. O presidente Jair Bolsonaro (PSL), contudo, vem dando seguidas declarações de que não se comprometerá a seguir a lista. A aliados, teria dito que “só vou acolher se incluírem um nome nosso. Não tem sentido colocar um inimigo”, segundo o jornalista Tales Faria, do UOL, e que “só uma coisa é certa: quem estiver na lista não será”, segundo o jornal Folha de S.Paulo. 
 
Por outro lado, o Ministro da Justiça, juiz Sergio Moro, deve apoiar o escolhido pelos procuradores, assim como a ala militar do governo. Já o filósofo Olavo de Carvalho e seus apoiadores vêm fazendo campanha pelo nome de Ailton Benedito – no Twitter, lançaram a hashtag “#AiltonBeneditoPGR”. Declaradamente conservador, Benedito faz posts contra a esquerda e chegou a dizer que nazistas eram “socialistas”. (matéria da exame).
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento