31/07/2019 às 22h31min - Atualizada em 31/07/2019 às 22h31min

Moradores de Itapiratins contestam versão da polícia sobre morte de jovem


foto: g1
 

Moradores da pequena cidade de Itapiratins, a 270 km de Palmas,  noroeste do Estado, estão inconformados com a morte de Carlos Henrique Craveiro Bevenuto,  21 anos de idade, que teria sido morto em   confronto com a Polícia Militar após perseguição, na terça-feira, 30.
 
 A própria polícia admitiu por meio de nota  afirmando que a morte do jovem teria sido em  confronto.  Mas na versão de moradores de Itapiratins  a história é outra e bem diferente da contada pela polícia.
 
Tudo teria começado após a polícia  ter sido chamada para atender a uma ocorrência em que dois jovens estariam  fazendo barulho em uma moto. A polícia tentou apreender a motocicleta, mas os dois rapazes teriam se negado a entregar  a moto.  A partir daí, segundo moradores,  os jovens teriam desacatado aos policiais, que apreenderam um canivete  com um  dos  rapazes.
 
Na sequência,  de acordo com testemunhas, os dois jovens teriam saído a pé para suas casas  quando a polícia militar resolveu segui-los. Os policiais teriam alcançado os rapazes em um lote vazio. Neste momento, a polícia segura um dos jovens enquanto o outro rapaz  tenta fugir, mas teria sido atingido por quatro disparos feitos por outro policial. O jovem morreu a caminho do hosipital.
 
A versão dos moradores de Itaperatins  desfaz a que foi contada pela própria Polícia Militar. De acordo com testemunhas, não houve confronto, pois o rapaz estava desarmado.

“A morte do rapaz foi uma verdadeira injustiça da policia. Eles já tinham levado a moto e os garotos já estavam indo embora a pé, e  a policia foi atrás parecendo que era vingança. O rapaz foi morto covardemente . Foi um ato de vingança e de perseguição por parte da polícia”, disse um morador, que pediu para não ser identificado por medo de retaliações.

Agora, o caso está com a polícia civil, que deve esclarecer o fato ocorrido  em Itapiratins
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento