05/07/2019 às 08h16min - Atualizada em 05/07/2019 às 08h16min

População Palmense vira refém do transporte coletivo:passagens caras e atrasos



Alberto Rocha
 
Não é só o calor de quase 40 gaus que faz o palmense sofrer.  Grande parte da população, que utiliza ônibus para trabalhar, virou refém do transporte público, um dos mais caros do País. O fato, que não é novidade, virou rotina.
 
Os motivos da insatisfação dos moradores são muitos. Entre eles,  estão passagens caras, atrasos nas linhas de ônibus,  falta de ar-condicionado em alguns veículos, o que torna a vida do morador da capital mais difícil.
 
A passagem de ônibus em Palmas, uma das mais caras do País, custa  R$ 3,85. O aumento foi de 2,67% em relação ao preço que já era praticado, R$  3,75.
 
O aumento foi autorizado na época pela prefeita da capital, Cinthia Ribeiro, atendendo à reivindicação da categoria  que representa o transporte coletivo. Na época, o sindicato das empresas de transporte urbano-Seturb, queria  6,67%.  Mas a Prefeitura negou o pedido e concedeu apenas 2,67%.
 
Apesar do aumento das passagens  e as promessas de melhorias no setor de transporte público, a população continua sofrendo. Parece que ainda pouca coisa melhorou nos ônibus da capital.

 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento