14/06/2019 às 10h23min - Atualizada em 14/06/2019 às 10h23min

A greve fracassou antes de começar

Alberto Rocha - Alberto Rocha



Alberto Rocha
 
 O fracasso da greve geral convocada pelos sindicatos e alguns movimentos sociais mostrou que a sociedade não está nem aí para determinados assuntos que dominam a pauta  do País. Pelo menos foi o que se viu em Araguaína, norte do Estado.
 
Em Araguaína, deu tudo errado, a greve quase não existiu. Os ônibus circularam normalmente, comércio a pleno vapor, escolas funcionando, bancos abertos, pessoas nas ruas como se nada estivesse acontecendo. A população parece que deu as costas à convocação da paralisação.
 
Apesar da timidez da greve, meia dúzia de pessoa resolveu gritar em protesto à reforma da previdência e do contingenciamento da verba da educação. O grupo se concentrou  em frente ao portão da UFT e, depois, no IFTO.
 
Muitos que gritavam palavras de ordem nem sabiam o motivo de estarem ali no movimento, como é o caso da estudante secundarista, Emyle Silva. Ao ser perguntada sobre as razões que a levaram a comparecer ao movimento grevista, ela respondeu: “minhas amigas me chamaram, nem sei pra que é mesmo, mas estou aqui”, disse.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento