04/06/2019 às 09h20min - Atualizada em 04/06/2019 às 09h20min

Ele garante que era gay, mas que agora está totalmente "curado"


Reuters


 
Há ou não cura gay? Uns dizem que sim, outros dizem que não. O assunto é alvo de debates constantes. 
 
Ele disse que era gay, mas agora está curado. É o que diz  Rodrigo Duterte, presidente das Filipinas, um político polêmico. Durante evento, o presidente fez questão de dizer  que se ‘curou’ da homossexualidade com a ajuda de ‘mulheres bonitas’. Ele fez os comentários em um discurso para uma plateia filipina em Tóquio.
 
Duterte também aproveitou a ocasião para zombar de um adversário político, o senador Antonio Trillanes, ao dizer que seus trejeitos mostram que ele é gay.

“Trillanes e eu somos parecidos. Mas eu me curei”, disse Duterte. “Quando eu comecei um relacionamento com Zimmerman (sua ex-mulher), eu disse, é isso. Eu me tornei um homem novamente”, completou.
 
Em comunicado, Trillanes respondeu: “Ao admitir seu passado gay, começo a suspeitar da verdadeira natureza da aparente obsessão de Duterte em relação a mim. Também é inteiramente possível que sua projeção de homem forte seja apenas uma frente. Seja como for, tais comentários de Duterte mostram o quão pervertido e doente está sua mente”, disse o político.
 
No seu mandato, Duterte desenvolveu uma reputação de fazer comentários controversos, muitas vezes falando que se trata de uma brincadeira. Com frequência, ele usa a homossexualidade como um insulto, usando para descrever os rebeldes comunistas, os padres católicos (Duterte diz que foi abusado sexualmente por um quando era adolescente) e o ex-embaixador dos Estados Unidos em seu país. (Veja/Reuters)
 
Com cura ou sem cura, o que tem de prevalecer deve ser sempre o respeito entre as pessoas. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento