01/04/2019 às 16h49min - Atualizada em 01/04/2019 às 16h49min

Homem que matou outro na zona rural de Monte Santo é condenado a mais de 23 anos de reclusão



O Ministério Público Estadual (MPE) obteve a condenação de Jairon José Milhomem Medrado, conhecido como “Jairin”, acusado de matar a tiros, no ano de 2017, Cleiton Nonato Aguiar. A sentença foi proferida  em sessão do Tribunal do Júri, ocasião em que o conselho de sentença reconheceu a tese da acusação de homicídio, cometido por motivo fútil e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima.
 
Segundo a denúncia criminal, em outubro de 2017, Jairin deslocou-se de madrugada até a residência da vítima, localizada na zona rural do Município de Monte Santo, e efetuou disparos de arma de fogo contra Cleiton, que foi a óbito ainda no local. O motivo do crime seriam boatos envolvendo o nome do acusado.
 
Para atrair a vítima, Jairin teria chamado a vítima sobre o pretexto de que precisava de ajuda. Quando Cleiton se aproximou do carro, ele sacou a arma e cometeu o homicídio.
 
Durante o Júri Popular, o Promotor de Justiça Juan Aguirre manteve a tese de acusação de homicídio duplamente qualificado, acatada pelos jurados, sendo-lhe imputada a pena de 23 anos e 3 meses de reclusão. A Juíza Renata Nascimento e Silva determinou o cumprimento imediato da pena, conforme precedentes do Supremo Tribunal Federal. (Denise Soares)
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento