25/10/2019 às 10h39min - Atualizada em 25/10/2019 às 10h39min

Para vereadores, prefeito dá uma de “João sem Braço” ao arranjar plateia

Alberto Rocha - Alberto Rocha
A polêmica  que se instalou no Município da Lagoa da Confusão promete render.  O prefeito Nelsinho Alves seria submetido ao julgamento de cassação na Câmara  na última quarta-feira, 23, mas ganhou tempo por meio de uma liminar do Tribunal de Justiça que  suspendeu a sessão que traçaria o destino político do prefeito.
 
De acordo com os vereadores, mesmo sabendo que  a sessão de julgamento já estava suspensa pela liminar, o prefeito teria ido para a Câmara com um grupo de pessoas no mesmo horário em que seria realizado o julgamento. Os vereadores não gostaram da atitude do gestor e viram a atitude como afronta. Por meio de nota, os parlamentares insinuaram que o prefeito estava dando uma de “João Sem Braço”, que é uma pessoa que se faz de desentendida. Leia a nota de repúdio.
 
 
 
NOTA DE REPÚDIO
 
“Os vereadores de Lagoa da Confusão vem a público repudiar a manifestação descabida do prefeito Nelson Moreira, que cercado de funcionários comissionados e de partidários políticos, esteve na porta do Poder Legislativo na manhã de quarta-feira (23), dando a entender que estaria ali para participar da sessão de julgamento de cassação do prefeito, sendo que a mesma, já havia sido cancelada no dia anterior por decisão monocrática do Tribunal de Justiça do Tocantins, atendendo ao pedido da própria defesa do Prefeito, bem como, esse cancelamento da sessão foi amplamente divulgado pela própria defesa do Prefeito nas redes sociais da cidade.
 
Além da plateia arranjada pelo prefeito, ele ainda providenciou que tal ação deprimente fosse registrada em vídeo, que foi devidamente espalhado nas redes sociais, com o intuito de colocar a população lagoense contra os vereadores, onde foram entrevistadas, pessoas ligadas ao mesmo por vinculo familiar.
 
Tal atitude mostra o despreparo do atual gestor para administrar uma cidade do porte de Lagoa da Confusão - TO, cidade esta que enfrenta muitos problemas devido à falta de uma gestão competente e que deveria ser alicerçada no compromisso com os anseios da nossa população.
 
Durante todo este processo, que já dura mais de um ano, em momento algum, nenhum vereador, esteve na sede da Prefeitura Municipal, gravando vídeos ou entrevistas com o intuito de desafiar o Prefeito Municipal”. (Da assessoria).
 
Lagoa da Confusão, 25 de outubro de 2019.
  
Vereador Homario Lopes da Silva
Presidente
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento