12/09/2019 às 08h22min - Atualizada em 12/09/2019 às 08h22min

Investimento Social, sustentável, econômico e financeiro

Wemerson Lima - Wemerson Lima
Wemerson Alves Lima

Na literalidade quanto a desenvolvimento sustentável e econômico e financeiro, o processo de transformação estrutural das economias é uma questão central para entender a dinâmica evolutiva da mesma.
 
A partir de uma economia baseada em atividades primárias, secundárias as transformações traduzem-se, inicialmente, em um crescimento relativamente maior do Setor Secundário e, posteriormente, do Setor Terciário.
 
Assim, o processo de transformação estrutural de uma economia em desenvolvimento resulta em uma constante alteração da importância relativa dos setores, e, em cada momento, há atividades em expansão e em declínio. À medida que a economia se desenvolve, a magnitude das transformações passa a ser cada vez menor e tende a alcançar uma estrutura produtiva mais estável.
 
A dinâmica dessas transformações nos espaços econômicos regionais pode variar em intensidade, ritmo e direção, em função de uma série de razões.
Nesse sentido, a respeitabilidade é única e exclusiva do poder público, em dirimir e em promover, alavancar esforços, parcerias, projetos que incentive esse avanço.
 
As faltas de mudanças estruturais nas regiões brasileiras em especial no TOCANTINS e no bico do papagaio podem ser explicadas a partir de três fatores principais: políticas públicas ineficiente, falta de incentivos fiscais, não temos investimentos produtivos e o déficit na infraestrutura, difusão das novas tecnologias de produção baseadas no amplo incentivos para o desenvolvimento.
 
As mudanças na composição da demanda dos produtos das regiões estão intimamente ligadas ao aumento da renda per capita e à abertura comercial verificada a partir do início da década de 90.
 
Nossa colaboração é no sentido de aprimorar e instruir as atuais gestões no que se refere crescimento e investimento social e sustentável, os executivos municipais tem a autonomia e a obrigação através dos seus assessores especiais em captar  recursos quer seja eles estaduais ou federais, e aplicar de forma honesta e ostensiva na produção de alimentos, agricultura familiar, abastecimento local, educação, uma plano para os nossos recursos e hídricos, confesso que projetos e formas de fazer não serão os empecilhos para desenvolver nossa região.
 
Essas políticas públicas são fundamentais para colocar a região na escada do desenvolvimento. No entanto, a partir desses impulsos exógenos, espera-se que a região gere mecanismos de autorreforço e, com isso, evolua e alcance degraus mais elevados.
 
Esses mecanismos, tornam-se essenciais para os quais o desenvolvimentos que fiz menção, estamos passando da hora de começarmos a excelente e necessária mudança regional e avanço social do povo  da região norte do Estado do TOCANTINS.
 
Por- Wemerson Alves Lima - é Consultor em Gestão Pública, Jornalista Político MTB 73156/SP,  Analista Jurídico OAB/SP 226.674-E, Ativista dos Direitos Humanos.
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento