02/06/2020 às 08h27min - Atualizada em 02/06/2020 às 08h27min

Afrouxar as regras de combate ao coronavírus é acender o primeiro fósforo num galão de gasolina

Alberto Rocha

Foto: Divulgação 
 
Araguaína, com cerca de 200 mil habitantes, é a campeã em casos de coronavírus, respondendo pela metade da doença em todo o Estado e empatada com Goiânia, que tem cerca de 1 milhão e meio de habitantes.

Os números assustam. Apesar de medidas já implantadas tanto pela Prefeitura quanto pelo Estado, parece que a doença não se intimidou e evolui na cidade, colocando em risco a vida da população, especialmente da mais humilde.

Diante dessa triste realidade, as autoridades não podem afrouxar nesse momento delicado; vivemos uma pandemia e isso requer firmeza nas decisões de governo.

É claro que comércio fechado traz prejuízos financeiros, mas é preciso colocar a mão na consciência e entender a seriedade do momento.  Todos precisam se unir em defesa da vida e não somente do lucro.

A Prefeitura  não pode afrouxar as rédeas; seria irresponsabilidade. Já o comércio, que também precisa reabrir, tem de seguir as regras do jogo para impedir aglomeração de pessoas dentro das lojas. 

Caso não haja respeito, lockdowm total em Araguaína por tempo indeterminado.




 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento