21/08/2020 às 08h03min - Atualizada em 21/08/2020 às 08h03min

Filha vai visitar pai em hospital e descobre que ele morreu há mais um mês de coronavírus


Foto: Divulgação 
 
Um homem morreu em 1º de julho e foi enterrado mais de um mês depois no Rio de Janeiro sem que a família soubesse. O caso veio à tona ontem, quando a família de Paulo César dos Santos Oliveira recebeu a notícia da morte no Hospital Municipal Salgado Filho, no Rio de Janeiro

Paulo estava internado com suspeita de covid-19 desde 25 de junho. Os parentes não podiam visitá-lo devido ao protocolo do hospital para os casos — mas eles iam ao local para trocar lençóis do paciente. Ontem, Tainara de Oliveira, filha de Paulo, foi ao hospital  visitar o pai, mas não o encontrou. 

"Lá no caderno está escrito que ele morreu dia 1º do 7 (julho) de 2020 e foi enterrado dia 5 do 8 (agosto) de 2020.  E aí, até agora, eu não entendi quem enterrou, como que enterrou porque os documentos dele todinhos estão comigo", disse. 

Janaína questionou o hospital. "Não tem lógica uma pessoa sumir assim do hospital e a família não saber", afirmou

A família foi informada que o corpo foi enterrado no cemitério de Inhaúma, na zona norte do Rio de Janeiro, e busca agora saber quem foi o responsável pelo reconhecimento do corpo e por autorizar o sepultamento.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento