11/07/2020 às 08h28min - Atualizada em 11/07/2020 às 08h28min

Filha de prefeito estudante de medicina recebe auxílio emergencial e ostenta nas redes sociais


Foto: UOL
 
Filha de prefeito, a estudante de medicina Hellen Lira Porto  recebeu o  auxílio emergencial. Ela estuda em uma faculdade particular de São Paulo e sacou ao menos duas parcelas do benefício de R$ 600.

Hellen é filha de Jesuíno Porto (DEM) e o caso veio à tona após um print ter viralizado nas redes sociais mostrando que o nome da jovem figurava no CadÚnico (Cadastro Único.

O prefeito divulgou um áudio confirmando que a filha recebeu o valor, mas que teria doado a famílias carentes do município.

"Isso aí não é montagem, realmente é verdade. Hellen fez o cadastro emergencial, recebeu duas parcelas aí. Só que o que ninguém sabe é que, cada vez que ela recebe a parcela, ela me dá o dinheiro e eu doou para uma família carente", explicou Jesuíno

O prefeito disse ter devolvido à União as duas parcelas do auxílio emergencial que foram sacados pela filha. Ele disse que Hellen não teve a intenção de usar o dinheiro em benefício próprio,fez apenas para saber se teria ou não direito a receber, e não para usufruir de qualquer valor daquele benefício.

Pedir auxílio indevidamente pode dar cadeia

Pedir auxílio indevidamente pode levar à cadeia. Caso seja requerido indevidamente, o pedido pode configurar estelionato contra os cofres públicos, com pena máxima de mais de seis anos de prisão




O caso aconteceu em Maiquinique, no sudoeste da Bahia. (fonte:uol).
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento