24/06/2020 às 09h02min - Atualizada em 24/06/2020 às 09h02min

Bares, botecos, conveniências e outros estabelecimentos não respeitam regras e contribuem para avanço do covid-19


Foto: Divulgação 
 
O prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, tem um grande desafio de manter ou não o comércio da cidade aberto, devido aos casos alarmantes de coronavírus na cidade.

Porém, é sabido que não é só o comércio o responsável  direto pela grande incidência de contágio da doença em Araguaína. Depois de flexibilizar as regras para  volta das atividades do comércio e outras atividades no Município, o prefeito anunciou  a possibilidade real da volta do isolamento total  da cidade.

Mais uma vez é bom lembrar que parte da população é irresponsável, inconsequente, inconveniente, tornando-se no verdadeiro responsável pelo crescimento do coronavírus em Araguaína. Enquanto algumas cidades do sul do Estado comemoram a diminuição do covid-19, já no norte, em especial Araguaína, os números da doença só crescem. 

Para comprovar isso, basta olhar para botecos, bares, conveniências, locais abertos de caminhadas para ver  aglomeração de pessoas sem máscaras. Muitos dos frequentadores destes locais não são solidários e não estão nem aí para a doença; além de beberem no mesmo copo, conversam cara a cara desprotegida, além de outras atitudes irresponsáveis.

Fiscalização

Até onde se sabe, não há fiscalização eficiente e atuante por parte do Município para coibir práticas proibidas nesse tempo de pandemia. Enquanto isso, estabelecimentos irresponsáveis vão tocando em frente colocando em risco a vida de muita gente.




 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento