29/10/2019 às 13h45min - Atualizada em 29/10/2019 às 13h45min

Deputado federal levanta suspeita ao dizer que não confia no governo; povo quer saber a verdade

Alberto Rocha - Alberto Rocha

foto: Câmara dos deputados

Alberto Rocha- Artigo de opinião

Dos quatro parlamentares que não colocaram dinheiro  de emendas individuais  para ações  do Governo do Estado, Vicentinho Junior, Célio Moura, Kátia Abreu e Irajá Abreu, um deles chamou a atenção na justifica, que foi Vicentinho  Junior, deputado federal, de Porto Nacional.
 
Vicentinho Junior teria dito em alto em bom tom, segundo divulgado no site Cleber Toledo, “que não confia no governador”, por isso, não via motivo para mandar dinheiro para o Palácio.
 
Ninguém é obrigado a gostar  de alguém ou confiar em quem quer que seja. A opinião do deputado deve ser respeitada. Mas, a meu ver,  Vicentinho Junior errou ao dizer que não confia no Governo, deveria ter procurado outro artifício para se justificar  aos quase 1 milhão e meio de tocantinenses, muitos deles eleitores do deputado.
 
Dizer que não destinou emendas para o Governo porque não confia no gestor é, no mínimo, deselegante;  dizer que não confia no governo é a mesma coisa de dizer que não acredita em nenhuma de suas ações.
 
Vicentinho Junior é deputado federal, representante do povo tocantinense. Caso ele não confie no governo, ele deve apresentar em público suas razões, apontar aqueles de quem desconfia e por que desconfia. Se há coisa errada, ele tem a obrigação de denunciar, dando nomes e endereços dos suspeitos.
 
A população tocantinense cansou de ficar no meio de  sucessão de intrigas, de blá, blá, blá, de disse não disse, disse que disse, diz que diz, diz que diz que, diz que me diz que.....
 
O povo quer saber por que o deputado não confia no governo.
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento