30/09/2019 às 08h41min - Atualizada em 30/09/2019 às 08h41min

Governador em exercício dá a receita para vencer as eleições em Palmas no ano que vem; o adversário? “quem se habilitar”, diz

Alberto Rocha - Alberto Rocha
Alberto Rocha
 
 
Ele é um dos políticos tocantinenses considerados duros e firmes nas palavras. Com ele não tem pergunta sem volta nem provocação sem  resposta.
 
O nome dele é Wanderlei Barbosa-vice-governador do Tocantins. No currículo, foi vereador em Porto Nacional,  em Palmas, deputado estadual e, agora, vice-governador.
 
Nessa entrevista ele fala de vários assuntos, entre eles, do sonho de ser prefeito de Palmas, da gestão Cinthia Ribeiro, do governador Mauro Carlesse,  do ex-prefeito Carlos Amastha, entre outros temas.

Leia a entrevista
 
Otocantins-  Qual estratégia que o senhor tem para ganhar as eleições  de Palmas?
 
Wanderlei- A principal estratégia é o nosso trabalho que temos em Palmas durantes esses 30 anos de participação na vida pública . Conheço o povo de Palmas e suas necessidades. Além disso, sei o que é mais importante para Palmas. Vamos trabalhar para o desenvolvimento da cidade, construir o projeto orla e o hospital municipal, cuidar do centro, mas olhando sempre para as periferias, melhorar o parque industrial da capital, dentre outros projetos importantes.
 
Otocantins- O senhor foi o principal defensor da candidatura de Mauro Carlesse ao governo. Ele vai fazer  mesma coisa com o senhor?
 
Wanderlei- O Carlesse é um amigo, um companheiro, nosso líder político. Ele tem esse compromisso comigo e com o nosso grupo. Não tenho nenhuma dúvida sobre isso. Vamos trabalhar juntos, pois não fugimos da regra geral.
 
Otocantins- Em que a prefeita Cinthia estaria errando à frente da Prefeitura?
 
Wanderlei - Ela tem o governo dela, respeito seus erros e seus acertos. Moro em Taquaruçu, afastado do centro, mas  conheço bem nossa região e sei  que Palmas pode fazer muito mais.
 
Otocantins – Comenta-se que Cinthia seria uma  prefeita de direito e não de fato. Tem gente mandando na administração dela?
 
Wanderlei – Eu não tenho esse conhecimento; vejo ela em pé de guerra com o ex-prefeito (Amastha), então não é ele quem manda. Só se ela for mandada pelo seu secretariado.
 
Otocantins-  Quem é pior: Amastha ou Cinthia?
 
Wanderlei – Essa avaliação deve ser feita pelo povo. A população que os escolheu é quem deve fazer essa avaliação e não eu.
 
Otocantins- Como está a relação de Palmas com o Governo do Estado?
 
Wanderlei -  Sempre defendi a relação institucional independentemente de quem quer que seja, de quem apoiou quem. A população não pode perder por questões ideológicas. O governador Carlesse é municipalista e está sempre aberto para receber a todos.
 
Otocantins- Parece que o Governo do Estado começou a andar
 
Wanderlei-  A cada dia o governo vai tomando a direção certa. Apesar de ter recebido uma herança maldita, que deixou dívidas com fornecedores,  servidores sem o Plansaúde,  desvalorização do servidor,  mesmo assim  Carlesse está tocando o governo em frente. O Governo está fazendo a sua parte, cortando na carne e vamos dar certo daqui em diante.
 
Otocantins – Que notícia boa o senhor gostaria de dar ao povo tocantinense?
 
Wanderlei-   Já estamos dando essa boa notícia. Já diminuímos as filas dos hospitais, com atendimento mais rápido, pagamento em dia dos servidores, recuperação de rodovias, enquadramento dentro da lei de responsabilidade fiscal e outras ações. É claro que gostaríamos de dar mais notícias boas para o nosso povo.
 
Otocantins-  Um sonho
 
Wanderlei – Meu sonho é ter o reconhecimento das pessoas que sempre trabalhei por elas. Se as pessoas me escolherem para prefeito, vou trabalhar para fazer de Palmas uma cidade boa, moderna e bonita
 
Otocantins- Quem seria o nome ideal para disputar com o senhor?
 
Wanderlei – Aquele que se habilitar.
 
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento