29/08/2019 às 06h48min - Atualizada em 29/08/2019 às 06h48min

Novas revelações no caso do assassinato do prefeito de Miracema; familiares e amigos prometem fechar BR 153 nesta sexta-feira




Indignados com a demora nas investigações que apuram o assassinato de Moisés da Sercom, que era prefeito de Miracema do Tocantins, familiares, parentes e amigos de Moisés prometem fechar nesta sexta-feira  a rodovia federal 153.
 
O principal objetivo da mobilização é protestar contra a demora com o caso que vem se arrastando até agora sem uma solução por parte das  autoridades encarregadas pelas investigações.
 
Os manifestantes vão se concentrar  às 8h na BR 153, entre os Municípios de Miranorte e Rio dos Bois, no Posto Tupi, com entrega de panfletos,  e às 9h, vão fechar as duas pistas da BR 153.  De acordo com os organizadores, a manifestação será pacífica  e  vai  cobrar a elucidação do caso, que já se arrasta por  um ano.
 
Ainda, na sexta-feira, será realizada uma  missa em solenidade de 1 ano de falecimento do ex-prefeito. O evento acontecerá às  19h na Igreja Santa Terezinha, em Miracema. 

Novas revelações

O portal de notícias otocantins conversou com fontes ligadas à polícia civil, que confirmaram que o caso do assassinato do prefeito de Miracema está 80% concluído. As investigações só não terminaram ainda, de acordo as fontes, porque surgiram novas revelações durante as investigações  e que podem estar relacionadas ao assassinato do prefeito. Outras hipóteses e suspeitas para o crime foram aparecendo durante as investigaçãoes, por isso a polícia ainda não concluiu o inquério sobre a morte de Moisés. Mas as fontes acreditam que a polícia deve fechar o caso nos próximos meses. "A polícia trabalha com inteligência, no silêncio e com responsabilidade, para não errar", garantiu a fonte.

O caso
 
O ex-prefeito de Miracema foi encontrado morto no dia 30 de agosto de 2018 dentro de uma camioneta  numa estrada de chão entre Rio dos Bois e Miranorte. Dentro do carro estava um revólver calibre 38.
 
 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento