20/01/2023 às 08h23min - Atualizada em 20/01/2023 às 08h23min

Governo do Tocantins e pecuaristas discutem fortalecimento da pecuária tocantinense


 

Na busca por novos mercados e o fortalecimento da pecuária tocantinense, a Secretaria da Agricultura e Pecuária (Seagro), juntamente com a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), deram início nesta terça-feira, 17, a uma série de reuniões com pecuaristas do Estado. Após levantamento de todas as demandas, uma reunião será realizada com representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Mapa), na busca por soluções e parcerias efetivas.

Entre elas está a implantação do Sistema Brasileiro de Identificação Individual de Bovinos e Búfalos (SISBOV), que é o sistema oficial de identificação individual de bovinos e búfalos. “A rastreabilidade do gado via Sisbov atende às exigências do mercado europeu e proporciona maior rentabilidade aos pecuaristas”, destacou o secretário da Seagro Jaime Café.

O Sisbov também é um instrumento de gestão bastante significativo do ponto de vista de todas as contribuições que ele pode trazer para o pecuarista e para todos aqueles envolvidos na cadeia produtiva. “Ele traz, por exemplo, uma série de benefícios do ponto de vista prático, operacional, promovendo aquilo que é o grande objetivo de se ter um sistema de rastreabilidade, entregando um produto de qualidade para o consumidor final com uma segurança alimentar assegurada e a possibilidade também de nós fazemos o rastreamento caso haja qualquer problema”, detalhou o secretário Café.

De acordo com o diretor de Agricultura e Pecuária, José Américo Vasconcelos, o Sisbov foi criado pelo Mapa, e pode ser utilizado como uma ferramenta de controle sanitário para fiscalizar as propriedades rurais que querem produzir e comercializar as carnes para o mercado mundial. “Por garantir a certificação dos animais, a origem confiável e todas as etapas envolvidas na obtenção que os produtos são de qualidade, o Sisbov vem despertando a curiosidade e o interesse da cada vez mais dos pecuaristas tocantinenses”, disse.

Para a gerente de Pecuária da Seagro, Mara Luce, é fundamental que o Estado busque conquistar novos mercados para exportação da carne tocantinense. “As reuniões têm como objetivo alinhar as necessidades das propriedades e, assim, ofertar um atendimento e serviços de qualidade e com mais agilidade”, ressaltou.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal O Tocantins Publicidade 1200x90
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento