28/11/2022 às 07h06min - Atualizada em 28/11/2022 às 07h06min

Com 51 medalhas, Tocantins faz sua melhor participação nas Paralimpíadas Escolares


 
A delegação do Tocantins desembarcou neste sábado, 26, em Palmas, trazendo 51 medalhas conquistadas nas Paralimpíadas Escolares 2022, que aconteceu no Centro de Treinamento Paralimpico na capital paulista. Os paratletas tocantinenses competiram nas modalidades Atletismo, Natação e Tênis de Mesa e, além das medalhas, superaram as barreiras impostas pelas condições físicas, com muita dedicação e motivação. O evento teve início na segunda-feira, 21, e encerrou nessa sexta-feira, 25. 
 
Com uma delegação composta por 58 integrantes entre estudantes, técnicos, professores e equipe de apoio, essa foi a 9º e a melhor participação do Tocantins no maior evento esportivo do mundo para jovens com deficiência. Ao todo, foram 51 medalhas, sendo 23 de ouro, 18 de prata e 10 de bronze. No Atletismo, os paratletas quebraram seis recordes brasileiros e na classificação final, entre os estados participantes ficou na 10º posição. 
 
A delegação foi recepcionada por familiares, amigos dos estudantes e pelo secretário executivo de estado da Educação, Edinho Fernandes, que comemorou o resultado. “Nossos estudantes e professores são motivo de orgulho para todo o Tocantins. A alegria e dedicação deles nos motiva ainda mais a realizarmos investimentos no desporto, pois por meio o do esporte e da educação transformamos vidas”, disse. 
 
Dedicação e superação
 
A professora de educação física, Valdania Costa, do Colégio Militar do Tocantins Doutor José Aloízio da Silva Luz, de Araguaína, treina e é guia da estudante Leidiamar Pereira da Silva, deficiente visual,17 anos, que conquistou medalha de ouro na prova dos 1.500 metros e bronze nos 400 metros "É um trabalho que faço com o maior prazer pois sei que é necessário incluir esses estudantes. Temos que mostrar pra eles que as limitações deles não são  impedimentos para realizarem seus sonhos e viver em sociedade". 
 
E a estudante Leidiamar Pereira reforça a fala de sua professora. "Nossa relação é muito boa, ela me incentiva e cuida muito de mim. Tenho muito a agradecer por todo o empenho e amor que me trata", disse. 
 
O professor de educação física Juninho Colinas, da Escola Especial Gotas da Esperança, de Colinas do Tocantins, destacou o potencial do estudante Wellington Almeida, 17 anos. "Ele é um menino muito capaz, muito habilidoso e disciplinado, então eu apenas incentivei ele a começar a praticar atletismo. Além da relação aluno e professor, também somos amigo, é um prazer conviver com ele".
 
Paralimpíadas Escolares 2022
 
A edição deste ano foi a maior da história, com cerca de 1,3 mil atletas oriundos de 25 estados e do Distrito Federal - a exceção é o Piauí. Os inscritos de 2022 superam os 1.200 participantes da edição de 2019, ano em que todas as 27 unidades federativas brasileiras foram representadas. O evento é uma realização do Comitê Paralímpico Brasileiro e do Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial de Esporte. 
 
Quadro de medalhas
 
Atletismo: 23 ouro, 14 prata e 7 bronze 
Natação: 2 pratas e 2 bronze 
Tênis de Mesa: 2 prata e 1 bronze (Governo do Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal O Tocantins Publicidade 1200x90
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento