26/11/2022 às 08h41min - Atualizada em 26/11/2022 às 08h41min

Com subvariante BQ.1, Saúde recomenda máscara e outras medidas contra Covid no Tocantins


 

Diante do atual quadro epidemiológico da pandemia da Covid-19, a Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) emitiu, às suas unidades administrativas e assistenciais, orientações quanto ao uso dos equipamentos de proteção individual, máscaras e acessórios necessários para enfrentamento do contágio.

As medidas a serem adotadas de acordo com documento elaborado pela Área Técnica Saúde do Trabalhador levam em consideração dados do Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde (Integra Saúde), os quais constatam uma queda entre 76,87% da 1ª dose para 65,13% da 2ª dose de cobertura, o que demonstra uma cobertura vacinal de baixa adesão, bem como, um agravo de enfrentamento da Covid-19 com somente 27,49% de doses de reforço.

O documento leva em consideração o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, publicado em 15 de março de 2021, que adota como medida adicional de resposta ao enfrentamento da doença, tida como Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII), ações de vacinação nos três níveis de gestão.

“Observando os dados epidemiológicos e o surgimento da subvariante da Ômicron BQ.1, resolvemos manter as orientações técnicas sobre proteção da saúde dos trabalhadores da saúde”, disse o diretor de Regulação, Monitoramento e Avaliação do Trabalho na Saúde, da SES-TO, Robson José da Silva.  

Entre as medidas adotadas pela SES-TO, torna-se necessária a adoção e reforço de medidas preventivas contra a nova variante como o uso obrigatório de máscaras nos estabelecimentos de saúde e demais unidades com atendimento assistencial direto ao público. As pessoas com síndromes gripais, além do uso obrigatório da máscara, devem seguir o protocolo de afastamento para tratamento de saúde, conforme estabelecido no Decreto Estadual nº 6.404 de 11 de fevereiro de 2022.

A SES-TO recomendou, ainda, o uso de máscara para trabalhadores com comorbidades com vistas a prevenir o contágio por Covid-19, uso de máscara em ambientes com aglomeração, com destaque para transportes públicos e demais ambientes fechados ou baixa ventilação evitando a propagação e circulação do vírus. 

“Além das medidas protetivas, uma das formas de enfrentamento da Covid-19 é a vacinação. A vacinação é uma forma de conter os casos graves, por isso é importante, inclusive, as doses de reforço. Vale lembrar que o estado tem mais de 300 salas de vacinação devidamente abastecidas de imunizantes”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Afonso Piva.

Conforme ele, as novas medidas visam, inclusive, evitar o registro da subvariante BQ.1 da Ômicron entre a população tocantinense, em especial os trabalhadores da saúde.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal O Tocantins Publicidade 1200x90
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento