25/11/2022 às 19h19min - Atualizada em 25/11/2022 às 19h19min

Cinema movido a energia solar estaciona em Palmas pela 1ª vez e fará parada na Renapsi


 
Imagine um cinema itinerante movido a energia solar, muita pipoca e filmes com temáticas importantes como sustentabilidade, igualdade de gênero e comunidade. Esse é o CineSolarzinho, que estaciona pela primeira vez em Palmas e terá duas ações na capital tocantinense, começando pela sede da Demà Jovem by Renapsi, apoiadora da iniciativa que conta ainda com o patrocínio do Banco BV e apoio da Prefeitura de Palmas.  

A sessão de cinema na Renapsi acontece nesta sexta, 25, a partir das 18h30 na sede da Rede (1001 sul, cj 1, lote 3). A sessão é aberta ao público e haverá distribuição de pipoca. Nesta edição do CineSolarzinho serão exibidos curtas-metragens infantojuvenis - em parceria com a Ciranda de Filmes - que abordam temáticas de recortes ambiental, de empoderamento feminino e igualdade de gênero, de ancestralidade e de colaboração, diversidade e brincar.  

“É uma oportunidade ímpar dos nossos jovens e da comunidade conhecerem como funciona essa iniciativa que é o cinema itinerante, movido a energia solar. É também uma chance de trazer a família dos jovens e também toda a população para estarem conosco nesse momento de integração. A temática da sustentabilidade, da inclusão, da igualdade de gênero é algo presente no nosso dia a dia e esta é mais uma forma de trabalharmos esses temas tão importantes”, afirmou Patrícia Lucena, gerente da Renapsi, pólo Tocantins.  

Durante a exibição o público terá a oportunidade de conhecer a estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz, instalada no próprio veículo que carrega todo o cinema e que tem muitas atrações para toda a família. Depois da sessão na Renapsi, o Cinema irá até o bairro Morada do Sol II (sábado, 26) e também a Porto Nacional (terça, 29).  

Oficina de Cinema 

As chamadas “Oficinemas Solares” são oficinas que complementam as ações do projeto. Integrando arte, tecnologia e sustentabilidade, e difundindo práticas sustentáveis para o dia a dia, desde a separação dos lixos à reutilização de materiais recicláveis, os encontros abordam temas como permacultura, agroecologia, bioconstrução e a Carta da Terra, além dos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) propostos pela ONU (Organização das Nações Unidas).  

Durante a oficina as ações são registradas e um filme é produzido com os participantes, editado no mesmo dia pela equipe do CineSolar e tem sua “estreia mundial” durante a sessão de cinema para a comunidade local. Os jovens da Renapsi participaram dessa oficina na última terça, 22, de forma online, e o conteúdo produzido será exibido na sessão de cinema nesta sexta, 25.  

“As oficinas são atividades complementares, com uma linguagem muito simples e didática que dialoga de forma lúdica com as crianças e jovens da região. Com ações em conjunto com a Unesco Representação Brasil, o projeto CineSolar ajuda o planeta cumprindo 10 dos 17 ODS e colocando o público ainda mais em contato com os temas de sustentabilidade e energia renovável, além de arte e cultura”, destaca Cynthia Alario. 

Sobre o Cinema 

O CineSolar - que tem a versão CineSolarzinho para o público infantil - é o primeiro cinema itinerante do Brasil movido a energia limpa e renovável: a energia solar. Funciona através de duas vans, batizadas de Tupã e Mahura, que foram grafitadas e adaptadas com as placas fotovoltaicas e o sistema de conversão de energia e armazenamento, com 20 horas de autonomia. Cada sprinter também carrega 110 cadeiras e banquetas para o público e todo o sistema de som e projeção para o cinema.  

Além de tudo isso, o espaço se transforma em uma estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz. Uma sala de aula onde o público é convidado a entender, de maneira descontraída e divertida, como a luz do sol se transforma em energia elétrica. Os infográficos, a iluminação e a decoração especial - feita com materiais reciclados e objetos com princípios de magnetismo e eletricidade como laser e bola de plasma - são uma atração à parte, que encanta pessoas de todas as idades. 

“O tema da energia solar ainda é novo e gera muita curiosidade. Na visita, todos podem ver o caminho que a luz do sol percorre, desde as placas instaladas no teto da van, os cabos, as baterias, o controlador e o inversor de carga, fica tudo acessível e as crianças adoram”, diz Cynthia Alario, coordenadora e idealizadora do CineSolar. 

A 3ª Edição do CineSolarzinho é viabilizada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio do banco BV e apoio da Ciranda de Filmes, da Unesco, da Demà Jovem by Renapsi, da Prefeitura Municipal de Palmas, da Prefeitura Municipal de Porto Nacional, por meio das Secretarias Municipais da Cultura e do Turismo, de Assistência Social e Habitação, e da Educação. E é realizada pela Brazucah Produções e Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo. 



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal O Tocantins Publicidade 1200x90
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento