20/05/2022 às 13h44min - Atualizada em 20/05/2022 às 13h44min

Araguaína terá implantação do Plano de Ação de Emergência da Hidrelétrica Corujão


Foto: Divulgação
 
Araguaína terá, nos próximos meses, a implantação do Plano de Ação de Emergência da PCH (Pequena Central Hidrelétrica) Corujão. Essa é uma adequação às novas regras da Política Nacional de Segurança de Barragens. A Prefeitura, em parceria com a Enel Green Power, que opera a PCH, instalará placas e sirenes e realizará workshops com objetivo de orientar a população que vive em áreas próximas à barragem sobre como agir em emergências.
 
Uma reunião com técnicos da empresa e secretários municipais, nessa quarta-feira, 18, discutiu os detalhes de comunicação para início da ação. “É importante ressaltar que a PCH Corujão é monitorada e não apresenta nenhum risco. Nós acompanhamos todos os cursos d’água para evitar que famílias sejam afetadas”, afirmou o secretário municipal da Defesa Civil, Ricardo Isaias.
 
PAE


Em parceria com a Prefeitura, o Plano de Ação de Emergência apresentado pela empresa em 2020 mapeou a topografia da região e a ocupação urbana nas áreas localizadas em um raio de 3 km da usina, delimitando a zona de autossalvamento. Essas áreas serão sinalizadas para que a população possa fazer a evacuação do local em segurança.
 
As zonas de autossalvamento são pontos de encontro para onde a população deverá ir, através das rotas de evacuação, para que a Defesa Civil faça o resgate. “O treinamento deve ser realizado com mais de 500 pessoas, nos bairros JK, Barra da Grota, Nova Araguaína e Vila Azul, além dos moradores de chácaras que podem ser afetados. As datas serão divulgadas em breve”, estimou o secretário.
(Prefeitura de Araguaína).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento