16/05/2022 às 12h12min - Atualizada em 16/05/2022 às 12h12min

Semana de Luta Antimanicomial inicia nesta segunda-feira, 16, em Araguaína


Foto: Divulgação
 
Ações como oficinas terapêuticas, panfletagens, cinema, apresentações artísticas e orientações em saúde farão parte da Semana de luta Antimanicomial de Araguaína. O evento inicia nesta segunda-feira, 16 de maio, e vai até a próxima sexta-feira, 20, e todas as unidades que fazem parte da RAPS (Rede de Atenção Psicossocial).

A Semana de luta Antimanicomial é realizada anualmente pelos componentes da RAPS com o intuito de fortalecer o movimento que defende os direitos da população em sofrimento mental e/ou em decorrência do uso de substâncias psicoativas. A programação desenvolvida nos nos CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), UAA (Unidade de Acolhimento Adulto), NASF (Núcleo e Apoio à Saúde da Família), CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), entre outras, pretende reiterar a necessidade do enfrentamento dos estigmas e preconceitos sofridos por este público. 

”É uma forma de defendermos o cuidado em liberdade dessas pessoas, pautado no respeito à subjetividade e na busca pela autonomia e reinserção social dos mesmos, além da busca pelo fortalecimento das políticas públicas de saúde mental para o enfrentamento de qualquer posicionamento que venha contra esse movimento”, explicou o assistente social e pedagogo do CAPS AD III, Getúlio Júnior.  

Os dois primeiros dias do evento serão voltados para oficinas artísticas aos usuários dos CAPS, CREAS e outras unidades da rede de apoio. Na quarta-feira, 18, Dia Nacional da Luta Antimanicomial será o dia de panfletar nas principais vias da cidade. O penúltimo dia, 19, contará com exibição de filmes no SESC (Serviço Social do Comércio).

O encerramento da semana conta com diversas ações para a comunidade na Via Lago, a partir das 16 horas, no dia 20, sexta-feira. No local, estão previstas apresentações artísticas e exposições dos materiais produzidos durante as oficinas pelos pacientes da rede. Além dessas atividades, haverá pontos de vacinação, aferição de pressão, orientações em saúde e um aulão de ritmos para a comunidade.

Atendimento humanizado

Ainda segundo o diretor do CAPS, Getúlio Júnior, a assistência e o cuidado ofertados pelos pontos da RAPS contrapõem o modelo de asilo e exclusão social (modelo manicomial). “As ações da Semana Antimanicomial têm como intuito fortalecer o cuidado humanizado, que  permeia o respeito à vida e à dignidade humana, que busque o fomento de ações territoriais  e  que promovam a  autonomia do paciente”.

Programação

Dias 16 e 17 (segunda e terça-feira)
8 às 18 horas – Oficinas internas para os usuários (locais da Rede de Atenção Psicossocial).

Dia 18 (quarta-feira)
8h - Panfletagem sobre o Dia Nacional da Luta Antimanicomial (semáforos).

Dia 19 (quinta-feira)
A partir das 14 horas - Cinema para os usuários da RAPS (Sesc).

Dia 20 (sexta-feira)
16h - Encerramento com shows artísticos, apresentações e exposições dos materiais produzidos durante a semana pelos pacientes. Vacinação, orientações de saúde e aulão de ritmos para a comunidade (Via Lago).
(Prefeitura de Araguaína).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento