18/04/2022 às 07h56min - Atualizada em 18/04/2022 às 07h56min

Jalapão tem expectativa de recorde de visitação em 2022


Foto: Divulgação
 
Dunas no meio do cerrado, uma nascente em que você nunca afunda e cachoeiras de águas transparentes fazem do Jalapão o principal atrativo turístico do Tocantins. Os números comprovam isso, pois o parque registrou recordes todos os anos entre 2014 e 2019. A evolução só parou em 2020 por conta da pandemia, mas em 2021 mesmo com restrições veio um novo número inédito: 55.579 visitantes, pelas contas do governo do estado.
 
A agência de turismo onde o Cleib Filho é diretor comercial tem o Jalapão como principal pacote. O boom de 2021 refletiu positivamente e eles tiveram que aumentar a frota dos carros que levam os turistas até as atrações em 40%. O número de colaboradores também cresceu e ninguém reclama de ter que trabalhar muito.
 
"O turismo nacional teve uma ascendência muito grande em relação ao turismo internacional e o Jalapão acabou pegando carona. Nós tivemos um crescimento aí de quase 70% no número de visitantes no ano passado", contou o diretor.

A grande maioria dos turistas que vêm para o Japão acaba tendo que desembarcar em Palmas e por isso a rede hoteleira precisa se preparar para receber esse pessoal que busca um descanso antes de seguir viagem. O impacto disso é tão grande que um quarto da ocupação no hotel do Marcos Koche, por exemplo, é justamente de turistas que chegam para visitar o parque estadual.

"Nós tivemos um período de pandemia onde o Jalapão foi um pilar naqueles anos difíceis de 2020 e 2021", contou o empresário Marcos Koche.
 
Em 2020, por conta dos altos números da pandemia, e dos acessos ao parque fechados o hotel precisou demitir pessoal, mas foi o Jalapão que permitiu que as portas ficassem abertas. "Infelizmente tivemos que demitir alguns colaboradores, mas nós conseguimos manter outros colaboradores devido à elevação na procura para o Jalapão", afirmou.
 
Neste ano o Jalapão recebeu quase quatro mil turistas em janeiro e mais de dois mil em fevereiro. Por isso dá para perceber que a perspectiva para o é boa.
 
Na agência que o Cleib trabalha já não existem mais vagas para o mês de abril, está tudo lotado e para maio já tem muita data indisponível. "Já estamos com procuras exorbitantes. Não paramos em tempo nenhum, o Jalapão é o ano inteiro", disse. (G1 Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento