13/04/2022 às 08h13min - Atualizada em 13/04/2022 às 08h13min

Pesquisa do Procon Tocantins aponta variação de 84% nos preços dos chocolates de Páscoa


Foto: Divulgação
 
O Procon Tocantins realizou pesquisa de preço em seis estabelecimentos de Palmas de diversos tipos de chocolates que são comercializados na Páscoa. A variação encontrada foi de até 84,70%.
 
Ao todo, foram pesquisados os preços de 44 itens na segunda e nesta terça-feira,  11 e 12 de abril, de ovos de páscoa, caixas de bombons e colomba pascal. 
 
O maior percentual de variação de preços foi de 84,70%, referente ao ovo de Páscoa Diamante Negro de 176 gramas, vendido entre R$ 24,90 e R$ 45,99. Na sequência, uma variação de 80,20%, foi registrada na venda do chocolate Bis de 126 gramas, comercializado entre R$ 3,99 e R$ 7,19. E a terceira maior variação, de 76,56%, foi a da caixa de Bombom Sortidos de 250 gramas, vendida entre R$ 8,49 e R$ 11,99, nos comércios pesquisados.
 
Atenção 
 
"É válido ressaltar que os valores apontados nesta pesquisa do Procon Tocantins, se referem aos encontrados no dia em que o levantamento foi realizado. Portanto, é possível que, no momento da compra, o consumidor possa se deparar com alteração, por conta de eventuais descontos, ofertas, promoções e reajustes", destacou o gerente de Fiscalização, Magno Silva. 
 
O objetivo da pesquisa é permitir que o consumidor possa decidir, de casa, qual o local que oferece um preço mais acessível. Além disso, a expectativa do Procon, ao divulgar a pesquisa, é a de estimular que os estabelecimentos comerciais reduzam o preços dos produtos vendidos na Páscoa.
 
Fique atento
 
O Procon Tocantins orienta que o consumidor faça uma comparação entre os preços em diferentes estabelecimentos e também considere a relação entre qualidade, peso e preço do item a ser adquirido. 
 
O órgão também alerta para que o consumidor observe algumas informações que são obrigatórias na embalagem, como prazo de validade, composição e peso líquido do produto. Nos ovos que contêm brinquedos, deve-se verificar na embalagem se está estampada a frase Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do Sistema Brasileiro da Avaliação da Conformidade. Também é obrigatória a indicação de faixa etária ou, se for o caso, frase que informe que não existe restrição de faixa etária.
 
O brinquedo deve ter o selo do Inmetro em sua embalagem, identificação do fabricante (nome, CNPJ, endereço), importador (caso o brinquedo seja importado), instruções de uso e de montagem, e eventuais riscos que possam apresentar à criança. 
 
Confira a pesquisa: http://https://central.to.gov.br/download/287376. (Governo do Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento