30/03/2022 às 08h13min - Atualizada em 30/03/2022 às 08h13min

Em Araguaína, Polícia Civil do Tocantins identifica corpo carbonizado por meio de impressões digitais


Foto: Divulgação
 
Exames realizados pela Polícia Civil do Tocantins (PC-TO) identificaram o corpo carbonizado de um homem que foi encontrado às margens da TO-222, na segunda-feira, 28. Papiloscopistas do 2° Núcleo de Identificação de Araguaína ficaram a cargo dos procedimentos que resultaram na identificação do cadáver, que não possuía qualquer tipo de documento ou outra característica que pudesse auxiliar no trabalho dos papiloscopistas.
 
No Instituto Médico Legal (IML) de Araguaína, foram solicitados exames necropapiloscópicos e uma equipe de papiloscopistas deu início aos trabalhos, visando colher elementos que pudessem resultar em uma identificação positiva. Os profissionais realizaram a coleta das impressões digitais do cadáver utilizando uma técnica especial em virtude do estado de carbonização. Apenas dois dedos apresentavam grau suficiente de preservação das papilas dérmicas para a realização do exame.
 
Um suposto familiar da vítima, compareceu ao IML de Araguaína, porém precisou aguardar a finalização do exame para a liberação do corpo. O resultado saiu no início da tarde desta terça-feira, 29, atestando a identidade do cadáver, por meio do confronto entre as impressões coletadas e as impressões arquivadas no banco de dados do Instituto de Identificação do Tocantins.
 
Com a identificação positiva, o corpo foi liberado aos familiares para que seja sepultado. O caso segue sendo investigado pela 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Araguaína. (Governo do Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Portal O Tocantins Publicidade 1200x90
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento