24/02/2022 às 08h50min - Atualizada em 24/02/2022 às 08h50min

Governo do Tocantins apresenta potencialidades agropecuárias em evento tecnológico no Paraná


Foto: Divulgação
 
O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), aderiu ao Programa Brasil na Escola (PBE), instituído pelo Ministério da Educação (MEC), onde 24 escolas estaduais, em diversas regiões do Estado, receberão recurso financeiro do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). A iniciativa visa fomentar inovações, estratégias e aprendizagem, além da progressão escolar na idade adequada dos estudantes matriculados no final do ensino fundamental.

Com os objetivos de estreitar relações, conhecer novas tecnologias para o setor agrícola e apresentar o potencial do Estado, o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura do Tocantins, Jaime Café, participou nesta quarta-feira, 23, do primeiro dia do Show Tecnológico de Verão, da Fundação ABC, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais.

Ao lado do governador em exercício do Paraná, Darci Piana, e do diretor-presidente da Frísia Cooperativa Agroindustrial, Renato Greidanus, o secretário visitou estandes, reuniu-se com empresários e, em especial, verificou novas técnicas agrícolas e tecnologias aplicadas ao setor que possam ser exibidas na Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins), que será realizada de 10 a 14 de maio, no Centro Agrotecnológico do Tocantins, em Palmas. 

Cooperativismo

Na oportunidade, Jaime Café destacou que o cooperativismo tem um potencial transformador para o pequeno produtor, que passa a ter condições de competir comercialmente com grandes produtores. “Temos um potencial produtivo muito grande, com terras boas, solo rico e chuva em abundância, o que é muito bom para a agricultura e a pecuária, mas ainda falta o sentimento do cooperativismo”, disse o secretário.

Jaime Café destacou ainda a importância de buscar experiência no Paraná, Estado considerado por ele como o berço do cooperativismo no país. “Uma cooperação que é fundamental para o desenvolvimento do agronegócio, especialmente para os pequenos produtores”, salientou.

Para Darci Piana, o sucesso do Paraná neste setor, que tem se consolidado como um dos principais produtores de alimentos do mundo, está calcado na vocação paranaense para o agronegócio, nos investimentos em tecnologia e infraestrutura e no trabalho conjunto entre o setor público, cooperativas e produtores. “Esse desenvolvimento e essa tecnologia, apresentados aqui, demonstram a capacidade do nosso Estado, que tem mostrado competência e que conta com a dedicação do cooperativismo”, afirmou.

Darci Piana também enfatizou que o governo paranaense tem investido na industrialização da produção do campo, gerando oportunidades para que os produtores ampliem sua renda com a comercialização de subprodutos de base agrícola. “O avanço tecnológico que temos fomentado também é fundamental para garantir esse crescimento constante, e o nosso papel, enquanto Governo do Estado, é fomentar esse desenvolvimento, e não atrapalhar”, acrescentou.

Também presente no evento, o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços do Tocantins, Carlos Humberto Lima, lembrou que o desenvolvimento completo da cadeia produtiva agropecuária gera avanços nas demais áreas sociais e econômicas. “A experiência paranaense no cooperativismo será bastante importante para podermos traçar os rumos do desenvolvimento do nosso agronegócio”, afirmou.
(Governo do Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento