08/01/2022 às 08h17min - Atualizada em 08/01/2022 às 08h17min

ATI aprimora gestão e solicitações de chamados de serviços passam a serem feitas em plataforma única


Foto: Divulgação
 
A Agência de Tecnologia da Informação (ATI) otimizou a forma de atendimento das solicitações de serviços referentes à tecnologia da informação (TI). Agora, todas as solicitações serão feitas por meio da abertura de chamado na Central de Serviços, no endereço eletrônico https://chamados.ati.to.gov.br/.

A ação faz parte da estruturação da governança de TI de toda a gestão pública estadual e tem o objetivo principal de padronizar, conforme o catálogo de serviços de cada produto de TI ofertado às unidades gestoras, o planejamento e a execução dos serviços, sendo mais assertivos nas soluções, aumentando o controle, bem como a efetividade das equipes envolvidas nos atendimentos.

Atualmente a Agência conta com 365 serviços de TI ativos disponíveis em um catálogo de serviços, que pode ser conferido por meio do link https://www.to.gov.br/ati/catalogo-de-servicos/oibqn1lbxi9. Por meio dele, os usuários podem identificar os serviços ofertados pela ATI, associados à produtos subdivididos nas macroáreas estratégicas: Gestão e Governança de TI, Sistemas de Informação e Infraestrutura e Serviços de TI. Também é possível identificar qual o público-alvo, responsáveis e se o serviço está disponível na Central de Serviços da Agência.

O presidente em exercício da ATI, Alírio Félix Martins Barros, diz que “com essa solução, será possível, também, aferir através de indicadores de desempenho, a performance, os serviços ofertados e a sua demanda com foco na melhoria contínua e inserção de novos serviços no nosso catálogo”, afirma.

De acordo com o superintendente de Gestão e Governança de Tecnologia da Informação, Brunno Sales, a centralização de chamados garante um padrão de qualidade, além de estimular a melhoria contínua e a análise dos indicadores de performance da Agência na entrega de soluções e resolução de problemas. “A ferramenta adotada é muito comum em setores da tecnologia. Nela, os usuários [servidores públicos em geral] solicitam demandas, apontam dificuldades ou erros que serão recebidas pela Agência. Essas demandas são os chamados, que serão avaliados, categorizados, priorizados e respondidos pelos responsáveis técnicos”, finaliza.
(Governo do Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento