03/01/2022 às 14h32min - Atualizada em 03/01/2022 às 14h32min

Exército e Corpo de Bombeiros ajudam famílias atingidas por enchentes no interior do Tocantins


Foto: Divulgação
 
Homens do exército e do Corpo de Bombeiros estão auxiliando as famílias atingidas por enchentes em São Miguel do Tocantins, na região do Bico do Papagaio. A cidade tem a pior situação entre 35 que são monitoras pela Defesa Civil. Conforme o levantamento desta segunda-feira (3), estado tem 798 pessoas impactadas por fortes chuvas. Do total, 340 estão desabrigadas.

São Miguel fica às margens do rio Tocantins, na divisa com o Maranhão. Com a cheia do rio, muitas famílias tiveram as casas alagadas e precisaram sair de casa. A cidade tem 404 pessoas atingidas, sendo que 198 pessoas estão desabrigadas. Os alojamentos improvisados na cidade já estão lotados.

Durante a manhã desta segunda-feira (3) chovia forte e outros moradores receberam ajuda de forças de segurança. Os bombeiros foram aos locais mais alagados e ajudaram as famílias a retirar objetos de casa. Em caminhões, algumas seguiram para casas de parentes e outras foram para abrigos públicos. As vítimas receberam cestas básicas.

Homens do exército do Maranhão também estiveram na cidade. Eles saíram de Imperatriz para fazer um levantamento dos estragos no município vizinho. Se necessário, grupos participarão do trabalho de resgate.

O município entrou em alerta no dia 27 de dezembro, quando começaram as primeiras chuvas na região. O nível do rio Tocantins subiu cerca de 10 metros e a chuva não dá trégua.
Ao todo, são cinco pontos de apoio cedidos pela prefeitura, mas está faltando lugar para abrigar tanta gente.

Em várias cidades do estado os níveis dos rios subiram, alagando estradas e encobrindo praias, cachoeiras e portos utilizados por balsas. Famílias ficaram desabrigadas ou ilhadas, além de casas, plantações e carros que foram submersos.
(G1 Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento