15/07/2021 às 08h00min - Atualizada em 15/07/2021 às 08h00min

Projeto aprovado pelo senado prevê mínimo de 30% de vereadoras e deputadas no país


Foto: Divulgação
 
O Senado aprovou nesta quarta-feira (14) um projeto que prevê que as mulheres deverão representar ao menos 30% das vereadoras e das deputadas (estaduais, distritais e federais) de todo o país. Com a aprovação, a proposta segue para a Câmara dos Deputados.

Mais cedo, nesta quarta, o Senado também aprovou um projeto que prevê a destinação mínima de 30% dos recursos do Fundo Partidário para candidatas.

O projeto que prevê o mínimo de 30% de mulheres entre vereadores e deputados foi apresentado pelo senador Angelo Coronel (PSD-BA) e aprovado com versão apresentada pelo relator, Carlos Fávaro (PSD-MT).

De acordo com o projeto, haverá aumento escalonado do percentual, da seguinte forma:

- 18% nas eleições de 2022 e 2024;
- 20% nas eleições de 2026 e 2028;
- 22% nas eleições de 2030 e 2032;
- 26% nas eleições de 2034 e 2036;
- 30% nas eleições de 2038 e 2040.

Aumento da presença feminina

A proposta é uma reivindicação antiga da bancada feminina no Senado e visa aumentar a participação e a representação da mulher na política nacional. Muitas senadoras defendiam a cota de 30% das vagas já nas eleições de 2022.

Por se tratar de mudança no sistema eleitoral, para o percentual de 18% valer no ano que vem, o projeto precisa ser aprovado pela Câmara até outubro deste ano, isto é, um ano antes do pleito de 2022.
 (G1 Globo).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento