14/07/2021 às 08h09min - Atualizada em 14/07/2021 às 08h09min

Presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, é dada como morta em cadastro do SUS


Foto: Divulgação
 
Nesta terça-feira, 13, surgiu a notícia de que que a  presidente do PT, deputada Gleisi Hoffmann, estaria morta e, a primeira consequência da suposta morte da parlamentar, foi o cancelamento imediato do nome dela no cadastro no Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com a parlamentar, o motivo do erro teria sido um ataque hacker. 

"Meu cadastro no SUS foi cancelado por motivo de óbito e consta no documento, como apelido, o nome do Bolsonaro. A fraude deve ter atingido muitas pessoas. O que o Ministério da Saúde fez para corrigir isso dois anos depois? O que vai fazer?", questionou Gleisi em uma publicação no Twitter. 

Após a confusão, a deputada enviou um documento ao Ministério da Saúde solicitando a correção dos dados no SUS.

Por conta do erro, Gleise pode ficar sem tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19, já que ela primeiro precisa provar que está viva. Ela recebeu a primeira dose no dia 26 de junho em Brasília.
(Fonte: odia).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento