21/05/2021 às 08h33min - Atualizada em 21/05/2021 às 08h33min

Área de Proteção Ambiental Ilha do Bananal-Cantão completou mais um ano de criação


Foto: Divulgação
 
Nesta quinta-feira, 20, a Área de Proteção Ambiental (APA) Ilha do Bananal-Cantão também completou mais um ano de existência no Tocantins. Instituída através da Lei nº 907/1997, a APA foi criada para garantir a conservação da fauna, da flora e do solo e tem o objetivo de proteger a qualidade das águas e as vazões de mananciais da região. Sob a gestão do Governo do Estado, por meio do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), essa Unidade de Conservação (UC) chega ao seu 24º ano de contribuição para manutenção da biodiversidade da área onde se encontra o Parque Estadual do Cantão (PEC).
 
Essa área protegida abrange os municípios de Abreulândia, Araguacema, Caseara, Chapada de Areia, Divinópolis, Dois Irmãos, Marianópolis, Monte Santo e Pium; somando 1,678 mil hectares, composto de riqueza hídrica e diversidade de ecossistemas. Além de contribuir de forma direta para a manutenção da biodiversidade do Parque, essa UC é composta por zonas de manejo, de usos especiais, conservação de vida silvestre, preservação de vida silvestre e de desenvolvimento econômico, conforme sua Lei de criação.
 
“A APA visa compatibilizar a conservação da Natureza, com o uso sustentável de seus recursos naturais, ou seja, permite a exploração e o aproveitamento econômico direto, de uma forma planejada e regulamentada. A presença expressiva de espécies endêmicas, torna essa unidade de grande relevância ambiental e econômica pro estado do Tocantins”, destaca Aline Villarinho, supervisora da APA Ilha do Bananal-Cantão. 
 
Aline Villarinho reitera. "É de extrema importância que as áreas destinadas à preservação e conservação dentro da unidade sejam resguardadas pela norma existente no seu plano de manejo. Podendo se utilizar dos recursos naturais de forma sustentável e com planejamento para que, tanto a população que vive na área de abrangência da APA, quanto a biodiversidade local, coexistam de forma harmônica. Permitindo, dessa forma, o desenvolvimento, mantendo a integridade dos recursos naturais e do ecossistema como um todo”, conclui a supervisora.
 
Ela pontua que constantemente a equipe da APA Ilha do Bananal/Cantão participa, apoia e colabora com iniciativas e ações ambientais junto à comunidade. Nesta semana, na terça-feira (18), a Unidade de Conservação iniciou uma campanha de sensibilização sobre a coleta seletiva de lixo, nos municípios integrantes da Área Protegida. No último dia 07 de maio, o seu Conselho Gestor passou a contar com a participação dos prefeitos de Abreulândia, Araguacema, Caseara, Chapada da Areia, Divinópolis, Dois Irmãos, Marianópolis, Monte Santo e Pium, municípios que fazem parte da região da Área Protegida.
(Naturatins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento