16/04/2021 às 09h12min - Atualizada em 16/04/2021 às 09h12min

Ao dizer que professores estão “ganindo”, parlamentar morde a própria língua


Foto: Divulgação
 
A grande maioria do eleitorado araguainense, como eu, não sabe quem é  o vereador Marcus Duarte, que está no seu primeiro mandato. Agora, ele ficou conhecido como o vereador do “ganindo”.

Em primeiro lugar, “ganindo”, vem do verbo GANIR, que significa  o “gemer” do cachorro, quando este sente medo ou dor.

Ao defender a volta presencial das aulas no município, o vereador disse que os professores estavam “ganindo”. Nesse caso, os professores, que são contra a volta às aulas,  estavam gemendo como cachorro.

A frase pegou mal para um parlamentar de primeiro mandato, ou mesmo para um veterano, que deve ter o cuidado com o que fala.

O homem público deve vigiar a boca, segurar a língua ao dirigir palavras ao vento. Quem  fala o que quer sem pensar nas consequências corre o risco de morder a própria língua. 

O vereador novato deve se espelhar no comportamento dos veteranos. Cito o próprio presidente da Câmara, Gideon Soares, um exemplo na Câmara e que sempre respeitou as pessoas; O Soldado Alcivan, mesmo com debates acalorados, nunca ofendeu a quem quer que seja; Geraldo Silva e outros, nunca se dirigiram  às pessoas com falta de respeito. 

Antes de soltar qualquer palavra, é bom olhar no dicionário o que ela significa.


Artigo de opinião - Alberto Rocha

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento