06/04/2021 às 08h18min - Atualizada em 06/04/2021 às 08h18min

Desde o início da vacinação, apenas 10 cidades do Tocantins têm mais de 10% da população vacinada contra Covid


Foto: Divulgação
 
A lentidão na campanha de vacinação contra a Covid-19 é uma preocupação de todo o país e no Tocantins não é diferente. A primeira aplicação de uma dose no estado foi em 18 de janeiro na enfermeira Edileuza Ferreira dos Santos. Apesar disso, até esta segunda-feira (5), 77 dias depois, continuam sendo poucos os moradores que podem dizer que receberam pelo menos uma dose de algum imunizante.

Os dados do 'Vacinômetro', portal alimentado pelas prefeituras e administrado pela Secretaria de Estado da Saúde, mostram que apenas 10 entre as 139 cidades do Tocantins aplicaram vacinas em mais de 10% da população. Todas elas são cidades de pequeno porte, com nenhuma tendo mais de 10 mil moradores.

Na outra ponta da tabela, são 29 cidades que ainda não chegaram a sequer 5% da população imunizada. A pior cobertura é em Campos Lindos, que segundo o Vacinômetro aplicou apenas 251 doses imunizando 1,95% da população.

Entre as cidades de grande porte, o destaque positivo é Araguaína. O município tem 183.381 habitantes, de acordo com a última projeção do IBGE, e conseguiu imunizar 8.31%, com quase 20 mil doses aplicadas.

Em termos absolutos, a cidade que mais aplicou doses foi Palmas, com 24.262 aplicações até a última atualização do Vacinômetro. O total foi suficiente para imunizar 5.52% da população da capital, que é de pouco mais de 300 mil pessoas segundo o IBGE (exatos 306.296 na projeção para 2020).

Para consultar os números de cada uma das 139 cidades, o morador pode consultar o portal Vacinômetro.

A média geral do Tocantins é de 6,62% da população imunizada. O estado tem, de acordo com o IBGE, 1.590.248 habitantes. O estado já recebeu 270.250 doses de vacinas e destas, 140.068 foram aplicadas. Atualmente, a média móvel de aplicação de doses é de 1.668 doses por dia. Este número pode sofrer distorções porque parte das prefeituras não atualiza o portal diariamente, preferindo fazer atualizações mais espaçadas, com dados consolidados.

No estado, as doses são recebidas de forma centralizada pela Secretaria de Estado da Saúde e depois distribuídas aos municípios, que fazem a aplicação direta nos moradores.

Há iniciativas de prefeituras que aderiram com Consórcio Nacional de Vacinas da Frente Nacional de Prefeitos para fazer a compra direta das vacinas. Palmas é uma das cidades participantes do projeto. O governo estadual também anunciou a intenção de adquirir 1 milhão de doses da vacina Sputnik V, produzida na Rússia, através da um consórcio com outros estados da Amazônia Legal.

Por enquanto, estas propostas ainda estão no campo das ideias e não resultaram em nenhuma aquisição. Até o momento todos os municípios do Tocantins dependem inteiramente das doses enviadas pelo Ministério da Saúde pelo Plano Nacional de Imunização.
(Fonte: g1 Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento