22/03/2021 às 07h43min - Atualizada em 22/03/2021 às 07h43min

A Prefeitura de Araguaína deve começar nesta segunda-feira (22) a testagem em massa de todos os profissionais da educação


Foto: Divulgação
 
A Prefeitura de Araguaína deve começar nesta segunda-feira (22) a testagem em massa de todos os profissionais da educação na cidade. A gestão informou na semana passada que pretende retomar as aulas presenciais no município no próximo dia 29 de março. As atividades nas escolas municipais foram suspensas há duas semanas após a publicação de um decreto para tentar diminuir a disseminação do coronavírus na cidade.

Os testes serão aplicados até quarta-feira (24) nos períodos da manhã e tarde, na Escola Casemiro e na escola William Castelo Branco. Estes exames são do tipo teste rápido, que só detecta a presença do vírus alguns dias após a contaminação.

Para decidir pela volta das atividades presenciais o município afirmou que está considerando a baixa taxa de contaminação dos 2.727 servidores da rede municipal de ensino, que atualmente é de apenas 0,33%. Entre os 19.138 alunos matriculados nas creches e escolas, o percentual de contaminados é de 0,03%, segundo a prefeitura.

Ainda segundo o que foi divulgado pela prefeitura, a situação de cada unidade será avaliada diariamente depois da retomada. "Todos os dias nós fechamos um relatório e temos parâmetros individuais para cada unidade. Em caso de contaminação, nós iremos suspender imediatamente as aulas presenciais na creche ou escola", afirmou Elizângela Moura.

Protocolos de segurança

Entre os protocolos de segurança implementados nas escolas está a demarcação de 1,5 metro no espaço na entrada da instituição, banheiros, carteiras e bebedouros, e uso obrigatório de máscaras.

Os alunos também terão a temperatura corporal aferida na entrada da unidade e os que apresentarem mais de 37,5º deverão ser encaminhados de volta à residência para que a família procure assistência médica.

Também não será permitida a permanência de crianças e adultos com sintomas gripais. Nas salas de aula, além da demarcação e distanciamento, os professores receberam equipamentos de proteção individual, como a máscara facial acrílica antirrespingos.
(Fonte: G1 Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento