19/03/2021 às 07h58min - Atualizada em 19/03/2021 às 07h58min

Governo do Tocantins implanta primeiro Centro de Educação de Jovens e Adultos


Foto: Divulgação
 
O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), lançou nesta quinta-feira, 18, o Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) Gildene Ferreira dos Santos, de Gurupi, com capacidade para atender até 630 estudantes, e que funcionará como um piloto, para a implementação de novos Centros em outros municípios.

Com o Centro, será ampliado o atendimento aos alunos, na modalidade Jovens e Adultos, com aulas ofertadas nos turnos matutino, vespertino e noturno. “É uma proposta inovadora. Um projeto focado na realidade, na necessidade e na sustentação da continuidade dos estudos. Gurupi tem uma grande demanda de educação de jovens e adultos e por isso, recebe o projeto-piloto”, explicou a titular da Seduc, Adriana Aguiar.

Em Gurupi, o Centro de Educação de Jovens e Adultos será sediado na Rua Getúlio Vargas, no prédio da antiga Escola Estadual Rui Barbosa. Com excelente localização, a escolha do espaço foi uma estratégia da Pasta para facilitar o acesso aos estudantes trabalhadores. Além de Gurupi, já está prevista a implantação do Centro em mais dois municípios: Palmas e Araguaína.

A implantação dos Centros visa atender a uma demanda real da população tocantinense de acesso à educação básica na idade adulta, conforme explicou o diretor de Políticas Educacionais da Seduc, Leandro Vieira. “Entre 2008 e 2020, mais de 7 mil estudantes foram atendidos em Gurupi, na modalidade EJA [Educação para Jovens e Adultos]. E de acordo com os dados do Censo Demográfico de 2010, 6,39% da população do município era analfabeta”, ressaltou. 

Durante a live de lançamento do Ceja, Gildene Ferreira dos Santos, a pedagoga e especialista em EJA, Êda Luiz, trouxe a experiência do Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos (Cieja), de Campo Limpo (SP), onde é diretora. “Essa é uma grande possibilidade de evolução, por meio da educação. A nossa experiência é uma demonstração de transformação, garantia de direito e integração da comunidade”, ressaltou.     

Além da oferta de aulas nos três turnos: matutino, vespertino e noturno, outro diferencial do Ceja é a proposta andragógica, com metodologia de ensino voltada especificamente para o público adulto, considerando suas especificidades, experiências e realidades. Esse modelo leva em conta a máxima de que o conhecimento também vem da realidade (escola da vida).

No Ceja, a carga horária dos estudantes é complementada com atendimento individualizado, de acordo com o projeto e o ritmo de cada um, com o objetivo de que sejam identificadas as dificuldades ou as possibilidades de aceleração. Os atendimentos também consideram a experiência de cada estudante, o adulto recebe o material didático e é orientado a criar um plano de estudos.

O Centro de Educação de Jovens e Adultos também irá ofertar cursos técnicos e profissionalizantes, que serão definidos a partir das demandas da comunidade escolar. A definição também considera as potencialidades do município em que os estudantes são atendidos, de modo que os cursos possam promover o ingresso desses adultos no mercado de trabalho.
(Governo do Tocantins).


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento