12/03/2021 às 07h36min - Atualizada em 12/03/2021 às 07h36min

Em homenagem às mulheres, Governo do Tocantins lança campanha “TO por Elas”


Foto: Divulgação
 
Em comemoração ao mês das mulheres, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Comunicação, lançou a campanha TO por Elas, com o objetivo de amplificar as vozes de mulheres que atuam no serviço público do Estado em prol do cidadão tocantinense.

A campanha foge dos clichês comuns atribuídos à data do Dia Internacional da Mulher (8 de março) e busca mostrar mulheres reais que, independentemente de ocupar cargo de liderança ou não, se empenham diariamente para contribuir para o desenvolvimento do Estado.

A história pessoal e a participação delas, enquanto servidoras, são retratadas em vídeos veiculados nas redes sociais do Governo do Tocantins.

A secretária de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Miyuki Hyashida, é a primeira a ser retratada na campanha. Descendente de imigrantes japoneses e formada em odontologia, ela chegou a atuar na área, mas ao vir com o marido para o Tocantins, empreendendo no ramo da piscicultura, acabou exercendo cargos públicos e contribuindo para o desenvolvimento de Brejinho de Nazaré e do Tocantins.

“Eu fui prefeita de Brejinho de Nazaré por três mandatos. Lógico que a gente sentia uma certa desconfiança: uma mulher japonesa, ser prefeita? Eu sei que foi uma coisa muito diferente, mas eu acho que o jeito mulher de ser acaba sendo bom em certas situações dentro da gestão. E neste Governo, vejo que o trabalho é conjunto e fraterno. Não vejo que a Gestão faz diferença entre mulheres e homens, temos excelentes secretárias. E sei que a gente vai tentar fazer o máximo pela confiança e pela valorização que a gestão tem feito com a nossa classe”, destaca.

Mulher tocando obras

A primeira mulher a ocupar os cargos de secretária de Estado da Infraestrutura, Cidades e Habitação (Seinf) e de presidente da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), Juliana Passarim, fala sobre o desafio de contribuir para o desenvolvimento do Estado. “Eu não imaginava que eu ia chegar a assumir duas pastas tão importantes para o Estado do Tocantins. Muitos falaram, mas o governador vai colocar uma mulher numa pasta que nunca teve uma mulher à frente? Sim, ele me deu essa oportunidade e, hoje, estamos realizando muitas obras. Um desafio muito grande, em plena pandemia, não paramos nem um dia”, ressalta.

Juliana Passarim fala ainda da importância de as mulheres conquistarem seus espaços. “As maiores obras que temos no Estado, hoje, são fiscalizadas por mulheres. Nós temos mulheres tanto na administração quanto em campo. Então a mulher tem o seu espaço e a cada dia está conquistando mais. Nós estamos aqui para fazer a diferença. Mulher também faz ponte, faz estradas; mulher trabalha assim como o homem também trabalha. Nós somos capazes”, conclui.

Motivação para fazer o melhor

O terceiro vídeo conta a história da secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), Adriana Aguiar, que fala do desafio da mulher em desempenhar seus vários papéis: mulher, mãe, profissional, gestora, dentre outros. “As pessoas nunca imaginam uma mulher capaz de construir a sua história com seu trabalho, com aquilo que ela decidiu ser e com as metas que ela definiu para sua vida”, afirma.

Enquanto educadora, ela conta que sempre buscou fazer melhor, mas que jamais imaginou ocupar o cargo de titular da Seduc. “Eu jamais me imaginei Secretária de Estado da Educação. Neste Governo, eu senti acolhimento e sinto respeito, porque sempre sou ouvida e percebo isso em todas as áreas. Hoje, sou responsável por quase 160 mil alunos, quase 20 mil servidores, quase 500 unidades escolares, isso nunca passou pela minha cabeça. Agora, eu sempre quis ser a melhor profissional dentro da profissão que eu escolhi, porque eu me treinei para ser feliz e ser feliz é atuar com motivação dentro daquilo que você escolheu”, enfatiza.

Protagonista de sua história

Natural de Araguaína e de uma família composta por oito irmãos, sendo seis mulheres, Andréa Reis de Souza, uma das servidoras pioneiras da Secretaria de Estado da Comunicação (Secom), conta que as mulheres de sua família sempre foram protagonistas de suas histórias. Ela veio para Palmas logo no começo, como servidora remanescente do Estado de Goiás, e conta como foi o caminho até conquistar espaço e respeito na sua área de atuação.

Entre você fazer e um homem fazer tem muita diferença. Tive que conquistar o meu espaço e mostrar que eu sabia fazer. Em qualquer área, a mulher tem que provar que é capaz. Você faz o mesmo trabalho que um homem faz, mas tem que ter um algo a mais, um Q de diferente, porque no geral o homem acaba sendo mais valorizado do que a mulher. Mas eu nunca desisti, sempre levantei a cabeça e busquei ganhar esse respeito. A mulher tem como diferencial, a determinação e não desiste fácil”, ressalta Andréa.

Quanto ao respeito, Andréa cita um ensinamento de sua mãe. “Não importa o que você vai fazer, faça o seu melhor. Tente deixar o seu legado, não faça só por fazer e faça sempre com respeito ao outro. Eu sempre busquei seguir esse ensinamento. Quando se tem respeito, tudo flui e é mais tranquilo o ambiente de trabalho”, conclui. 

Mais histórias

Ao longo do mês, a campanha vai retratar ainda as histórias da presidente da Agência de Fomento, Denise Rocha; da presidente da Junta Comercial do Tocantins (Jucetins), Thaís Coelho; da coronel da Polícia Militar, Alaídes Machado; da comandante do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Andreya de Fátima Bueno; da superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Perciliana Bezerra; da delegada-geral da Polícia Civil, Raimunda Bezerra de Souza; dentre outras.
(Governo do Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento