04/03/2021 às 07h50min - Atualizada em 04/03/2021 às 07h50min

Diretoria do Servir suspende temporariamente cirurgias eletivas com novo avanço da Covid-19


Foto: Divulgação

A Diretoria do Plano de Saúde dos Servidores do Tocantins (Servir) determinou nesta terça-feira, 2, a suspensão por 30 dias de procedimentos cirúrgicos eletivos realizados pelo convênio. A medida foi adotada em comum acordo com prestadores de unidades hospitalares, devido à nova alta no número de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Estado. O intuito é reduzir a ocupação de leitos, disponibilizando-os para os pacientes acometidos pela Covid-19.

As cirurgias eletivas são procedimentos que não necessitam de execução imediata e podem ser postergadas sem prejuízos. As guias já liberadas para esses procedimentos têm prazo de 60 dias e não precisarão ser renovadas após o fim da suspensão, caso ainda estejam vigentes. Já os casos de urgência e/ou emergência, que são aqueles que não podem ser adiados, permanecerão ativos com assistência assegurada pelo Servir.

“Precisamos dar todo suporte para que a atuação dos serviços de saúde e de regulação ofereça os resultados que a população requer”, afirmou Inejaim Siqueira, diretor do Servir e secretário-executivo da Secretaria da Administração (Secad), avaliando o cenário atual de enfrentamento da pandemia. “Precisamos respeitar o cenário que o Tocantins está inserido no enfrentamento da pandemia e trabalhar pela assistência dos nossos beneficiários”, pontuou.

Para a suspensão das cirurgias eletivas, foi considerado o novo aumento significativo de casos e hospitalizações decorrentes da Covid-19. Na última quinzena, o Tocantins apresentou 6.574 novos casos, o que representa um aumento de 40% em relação ao período anterior.

O Boletim Observatório Covid-19, publicado nesta terça-feira, 2, pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), apontou que 20 capitais brasileiras estão com a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid superior a 80%, entre elas, Palmas, que aparece com 85%. (Governo do Tocantins).


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento