26/02/2021 às 14h25min - Atualizada em 26/02/2021 às 14h25min

Em Palmas, prefeitura suspende aulas presenciais e limita lotação no transporte público após aumento dos casos de Covid-19


Foto: Divulgação
 
A Prefeitura de Palmas decidiu suspender a realização de aulas presenciais em instituições públicas e privadas da cidade, além de limitar a lotação máxima do transporte público a 50% da capacidade. As medidas foram anunciadas pela prefeita Cinthia Ribeiro em uma rede social e publicadas no Diário Oficial do município, na manhã desta sexta-feira (26).

Segundo o texto, as medidas foram necessárias devido ao "crescimento expressivo dos números de infecções pelo novo coronavírus (Covid-19) na Capital". No último boletim epidemiológico estadual, Palmas aparece com 27.674 casos confirmados de Covid-19 e 260 mortes pela doença. Apenas nesta última semana a cidade registrou 680 novos diagnósticos, sendo 227 apenas nesta quinta-feira (25).

Conforme o texto assinado pela prefeita: "Ficam suspensas, como medida de segurança sanitária no âmbito do Município, as atividades presenciais em escolas, berçários, cursinhos, públicos ou particulares, e em instituições de ensino superior".

O decreto também determinou a utilização de 100% da frota destinada ao transporte coletivo urbano e rural, de caráter público ou privado, com lotação limitada a 50% da capacidade total de usuários.

Outra medida é o trabalho em home office para órgãos e entidades do município que não exijam a permanência nos prédios públicos. As medidas vão valer entre os dias 1º e 15 de março.

A fiscalização será feita pela Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais. O município também poderá solicitar apoio das forças de segurança do estado.

O descumprimento das medidas sujeita os responsáveis a sanções administrativas, cíveis e criminais.
(Fonte: G1 Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento