03/12/2020 às 07h35min - Atualizada em 03/12/2020 às 07h35min

Governo do Tocantins aponta avanços das tecnologias na agropecuária sustentável no Estado


Foto: Divulgação
 
O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) realizou na manhã desta quarta-feira, 2, a abertura do 2° Seminário Estadual de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono – 100% digital. No evento, o secretário da Seagro, Thiago Dourado, em sua palestra, apontou as principais tecnologias preconizadas nas práticas sustentáveis, nos últimos 10 anos do Plano Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (ABC) no Tocantins. “A sustentabilidade na produção é um debate mundial para reduzir a emissão de CO2 ao meio ambiente. Para tanto, nós parceiros, estamos envolvidos nesta atividade agropecuária sustentável com tecnologias avançadas de alta produtividade”, ressaltou.

Em sua explanação, o Secretário mostrou os dados evolutivos alcançados no Estado, nos últimos anos, na utilização de quatro linhas de atuação do Plano ABC no Tocantins, sendo ABC Corte, Leite/Balde Cheio, Soja Sustentável e Integração Lavoura, Pecuária-Floresta. “O plano completa 10 anos, sendo uma referência nacional, ao longo desses anos ultrapassamos a marca de R$ 1 bilhão, alcançando a 8ª colocação no ranking nacional e na região Norte em primeiro lugar, em termos de contratos aplicados, referente esta última safra 2019/20, no qual foram aplicados mais de R$ 130 milhões, aumento de 3,69% em relação safra passada”, destacou.

Na ocasião, pesquisadores da Empresa de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apresentaram as diversas tecnologias utilizadas nas práticas de manejo na produção agropecuária. A pesquisadora Márcia Grise fez uma explanação enfocando a importância do projeto Soja sustentável desenvolvido no Tocantins. “Atualmente, o Tocantins produz utilizando a produção sustentável numa área em mais de um milhão de hectares na produção da soja, colhendo mais de três milhões de toneladas”, citou. Já o pesquisador Gessi Ceccon explicou o processo de produção de milho para alcançar produtividade desejada, seguindo as práticas adequadas de manejo.

Na sequência, o pesquisador também da Embrapa, Pedro Alcântara, explicou como funciona o uso das tecnologias aplicadas na criação bovina, desenvolvido no projeto ABC Corte, mostrando os resultados produtivos e econômicos por meio da recuperação de pastagens.

Finalizando, o pesquisador Roberto Giolo apresentou a palestra plataforma pecuária de baixa emissão de carbono, detalhando as marcas conceitos da carne – que são baseadas em evidências científicas aceitas internacionalmente.
(Governo do Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento