25/11/2020 às 07h59min - Atualizada em 25/11/2020 às 07h59min

Polícia Militar tem primeira mulher a assumir função de alto comando na instituição


Foto: Divulgação/Governo do Tocantins 
 
A coronel PM Alaídes Pereira Machado é a primeira mulher a ocupar a função de subchefe do Estado-Maior da Polícia Militar do Tocantins (PMTO), cargo que compreende o escalão de alto comando da instituição, sendo a terceira na hierarquia de comando. A cúpula do comando da PMTO é composta pelo comandante-geral, chefe do Estado-Maior e subchefe do Estado-Maior.

Com 25 anos de serviços prestados na instituição, a oficial é a mulher mais antiga na PM e já ocupou diversas funções na corporação ao longo de sua história, como comandante da Academia de Polícia Militar Tiradentes (APMT); diretora  do Colégio Militar de Palmas, Unidade II; assessora jurídica da PM; chefe da seção de planejamento PM/3-EM; diretora de gestão profissional da PM, entre outras funções.

Atualmente, além de subchefe do Estado-Maior, coronel Alaídes também é coordenadora estadual do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). Em sua gestão à frente do Proerd, o programa superou os 450 mil atendimentos e contemplou 100% dos municípios tocantinenses, atingindo ainda aldeias indígenas.

“Ver as mulheres ocupando cargos de alto escalão dentro de uma instituição tão importante e respeitada como a Polícia Militar do Tocantins, nos enche de orgulho. Sinto-me agradecida a Deus e honrada com a nova e nobre missão de subchefe do Estado-Maior”, revelou coronel Alaídes.

A oficial lembra que, quando ingressou na PM, no ano de 1995, o quadro de oficiais feminino era separado e as policiais só podiam chegar ao posto de capitão. No entanto, em 1996, houve a unificação dos quadros, não diferenciando a carreira entre homens e mulheres. Ela ressalta que as mulheres vêm conquistando e ampliando cada vez mais seu espaço e prestígio na sociedade e na Polícia Militar não é diferente.

“O fato de ser a primeira mulher na tríade do comando aumenta e muito nossa responsabilidade tanto institucional como social. Ocupar esse cargo representa uma ascensão na carreira profissional e uma maior participação no nível estratégico da instituição. Tenho consciência desse momento histórico do qual faço parte e dos novos desafios que tenho pela frente. Sinto-me agradecida pelo apoio e pela confiança recebidos do comando e da tropa, e preparada pelas formações técnicas e experiências obtidas ao longo do exercício da carreira, que nos habilitam e capacitam para as mais diversas funções institucionais”, disse a subchefe do Estado-Maior da PM.

O comandante-geral da PM, coronel Jaizon Veras Barbosa, destacou a competência e a dedicação da coronel Alaídes durante toda a sua carreira, assumindo funções basilares na PMTO, sendo que a experiência construída será fundamental para o desempenho da nova função. “É muito gratificante para a PM ter a Coronel Alaídes em uma das funções mais importantes da corporação, a oficial conquistou este espaço e evidencia a força feminina em nossa Instituição. A experiência construída em sua carreira aliada ao comprometimento e a técnica da militar contribuirão diretamente para as ações estratégicas exigidas pela função de subchefe do Estado-Maior da PM”, finalizou coronel Jaizon.

Sobre a coronel Alaídes

A coronel Alaídes Pereira Machado é natural de Dueré - TO, nascida em 24 de janeiro de 1971, casada com o senhor Luís Antônio Pereira Coelho, com quem tem três filhos: Júlia, Lívia e Artur.

Iniciou sua carreira militar no ano de 1995, no curso de formação de oficiais realizado na Academia de Polícia Militar do Estado de Goiás, sendo a primeira colocada do curso. Foi declarada aspirante a oficial em 27 de novembro de 1997. No ano de 2005, concluiu em segunda colocação o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO), pela Academia de Polícia Militar do Estado de Alagoas.

É bacharel em segurança pública pela Academia de Polícia Militar do Estado de Goiás, bacharel em direito pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Pós-graduada em direitos humanos e cidadania pela então Fundação Universidade do Tocantins (Unitins); pós-graduada em docência do ensino superior pelo Instituto Geralda Aldira; pós-graduada em estudos de política e estratégia pela Escola Superior de Guerra - Adesg; e pós-graduada em altos estudos em segurança pública – CAESP em parceria com a Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Condecorações: medalha de mérito Policial Militar Tiradentes na Polícia Militar do Estado do Tocantins.

Homenagens: diploma de mulher cidadã em março de 2019, pela Assembleia Legislativa do Tocantins. Moção de aplausos em sessão ordinária do dia 1° de setembro de 2020, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.
(Governo do Tocantins).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento