27/10/2020 às 12h10min - Atualizada em 27/10/2020 às 12h10min

Muricilância tem maior número casos ativos desde o início da pandemia


Foto: Divulgação
 
Muricilândia está vivendo o pior momento da covid-19, com crescimento progressivo da doença nas últimas semanas. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde, pela primeira vez o número de casos ativos chegou aos 17.

A situação é preocupante porque o município só foi registrar o primeiro caso da covid-19 no início de junho, ou seja, ainda passou por um grande crescimento da doença como ocorreu em Araguaína, em agosto.

A contaminação em Muricilândia apresentava variações pequenas, entre 0 a 2 casos ativos, até o último o último dia 17 de outubro, menos de duas semanas atrás. Na data, os casos ativos começaram a crescer e agora atingiram o maior número já registrado, que é de 17.

Esse aumento da contaminação da covid-19 em Muricilândia também pode ser analisado se comparado aos últimos meses. Ela ganhou força, crescendo 26% de agosto para novembro e 31% de novembro para outubro.

Até ontem, eram confirmados 100 casos desde o início da pandemia, entre os 3587 moradores de Muricilândia.

Em meio a campanha para Eleições Municipais, a Secretaria da Saúde orientou, pelas redes sociais, apenas pessoas com fatores de risco a evitarem ir em reuniões políticas.
(da assessoria).


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento