22/10/2020 às 07h56min - Atualizada em 22/10/2020 às 07h56min

No outubro Rosa Procon de Araguaína leva conscientização para servidoras e consumidoras sobre o câncer de mama


Foto: Divulgação
 
Atendendo o indicativo do ministério da Saúde que o foco da campanha em 2020 é a prevenção, o núcleo Regional do Procon em Araguaína realizou nesta terça-feira, 21, evento que faz parte do movimento de conscientização: “Quanto antes melhor”, realizado durante a campanha Outubro Rosa.

O tema “Diagnóstico precoce salva vidas” foi ministrado pela médica ginecologista e obstetra, Ana Carolina Paulino, e contou com a participação das colaboradoras do núcleo de Araguaina, consumidoras, além de alunas da Liga de Ginecologia e Obstetrícia do ITPAC.

Durante a abordagem, a palestrante discorreu sobre a importância do auto-exame das mamas, dos exames clínicos que devem ser realizados, rotineiramente, e a multiplicação de informações com o intuito de promover maior conscientização sobre a doença.

Para a responsável pelo o Recursos Humanos do núcleo do Procon em Araguaina, Ana Cláudia  Barbosa  Pinheiro, o evento foi bastante dinâmico e contou com a interação das presentes que buscaram extrair o máximo de informações sobre o tema em debate.

“Todas as perguntas foram esclarecidas pela Drª Ana Carolina com muita precisão, acredito que além de informadas, as participantes saíram prontas para multiplicar a informação”, avaliou agradecendo o empenho e a responsabilidade de toda a equipe para a divulgação de um assunto tão sério e delicado.

Para o superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, o órgão está totalmente empenhado na divulgação sobre o tema devido a urgência e relevância. “Os índices são assustadores por isso precisamos unir forças para que as estatísticas de avanço da doença apresentada pelo INCA sejam reduzidas, salientou.

Prevenção

Com base em dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), entre as medidas que contribuem para prevenir o câncer de mama estão a adoção de comportamentos protetores, como seguir uma alimentação saudável, praticar atividades físicas com regularidade, evitar bebidas alcoólicas e manter o peso adequado. Essas ações são capazes de evitar 28% de todos os casos da doença. Além de todos esses métodos protetores, o Ministério da Saúde recomenda o rastreamento desse câncer, considerando que a doença é muito agressiva entre 50 e 69 anos.

De acordo com dados do INCA em 2020, serão registrados 66.280 novos casos de câncer de mama em mulheres no Brasil.
(Secom TO).

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento