10/10/2020 às 07h25min - Atualizada em 10/10/2020 às 07h25min

Candidatos fabricados: quem quer ganhar deve mostrar que é capaz de conseguir sozinho


Foto: Ilustração
 
Artigo de opinião – Alberto Rocha

Não sei que fim levaram os gafanhotos que ameaçavam invadir o Brasil, mas sei que fim poderão ter muitos candidatos que estão deixando se engessar por marqueteiros que tentam empurrar na goela da população propostas e promessas infundadas, as quais o eleitor não engole mais.  

Nessa Arca de Nóe eleitoral tem de tudo. Muito do que está sendo mostrado aí para a população é produto da imaginação fértil e mercenária de marqueteiros, que tentam vender para a população  produtos genéricos como se fossem originais.  Fica claro que no meio do marketing político tem verdades, meias verdades e muitas, muitas mentiras.

Candidatos que nunca levantaram um tijolo no muro aparecem como senhores das obras. O candidato tem de ganhar com sua própria competência e não levado na cacunda de ninguém. Quem se elege hoje nas costas dos outros não passará de tamborete amanhã. 

Cuidado, eleitor. A missão do marqueteiro é transformar lobo em ovelha. Mas, se marqueteiro é muito esperto, o povo também não é mais besta. Ou isso tudo está acontecendo ou eu estou sofrendo com falta de noraepinefrina.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento