18/09/2020 às 08h25min - Atualizada em 18/09/2020 às 08h25min

Confiança na rede de apoio tem contribuído para que mulheres denunciem violência


Créditos: Gilberto Natalini
 
Um total de 192 denúncias de violência contra a mulher foi registrado pela Polícia Militar do Estado do Tocantins (PMTO) no mês de agosto. O período é quase 7% superior ao registrado no mês de julho deste ano, quando os policiais atenderam 178 ocorrências. As estatísticas da PM contemplam violência física, psicológica, patrimonial, moral, tentativa de homicídio e feminicídio no Estado.
 
A coordenadora do Núcleo Especializado de Assistência e Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem), defensora pública Franciana Di Fátima, afirma que o aumento de ocorrências de agressões ao gênero é preocupante e há ainda mais vulnerabilidade no período de isolamento social. Contudo, pode revelar também uma maior força das mulheres em denunciar as agressões, pois quebrar o ciclo da violência é sempre um desafio para a vítima. “As mulheres estão mais confiantes de que elas estão protegidas com a rede de assistência. Pedir socorro ainda é uma das mais eficientes ferramentas de combate”, destaca a defensora pública.
 
De acordo com a comandante da Patrulha Maria da Penha no Tocantins, capitã da Polícia Militar Flávia Roberta de Oliveira, o crescimento das denúncias pode estar ligado ao aumento de informações recebidas durante o mês de agosto, que é dedicado ao combate à violência contra a mulher, através de campanhas informativas e ações de conscientização. Outro ponto, apontado pela comandante, é a rede de proteção à mulher que o Estado tem proporcionado com a intensificação das ações pela Polícia Militar, e também pelo maior acesso da população às delegacias especializadas.

Rede de Apoio
 
Disque-Denúncia: 180
Disque Direitos Humanos: 100
Polícia Militar: 190
Núcleo de Defesa dos Direitos da Mulher (Nudem) da Defensoria Pública: 3218-1615 (WhatsApp) e 99965-2414
Defensorias Públicas em todo o Estado: lista com os telefones de todos os pólos de atendimento remoto: https://www.defensoria.to.def.br/noticia/42360
Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e Vulneráveis:
Palmas / centro: 3218-6878 / 3218-6831
Palmas / região sul - Taquaralto: 3218-2404
Araguaína: 3411-7310/ 3411-7337
Arraias: 3653-1905
Colinas: 3476-1738/ 3476-3051
Dianópolis: 3692-2480
Guaraí: 3464-2536
Gurupi: 3312-7270/ 3312-2291
Miracema: 3366-3171/ 3366-1786
Paraíso do Tocantins: 3361-2277/ 3361-2744
Porto Nacional: 3363-4509/ 3363-1682/ 3363-1826
 
(Fonte: Nudem / DPE-TO e Secretaria Estadual da Cidadania e Justiça do Estado do Tocantins).


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale conosco pelo Whatsapp
Atendimento